quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

TAPADO

Acerca de 2, 3 meses atrás eu comentei, com um certo exagero é verdade, que ninguém tinha moral para criticar a administração do prefeito carioca Cesar Maia, por um simples motivo, pela ética, pela moral, e pela seriedade que pautou todos estes anos como prefeito do Rio, com que administrou a cidade todos estes anos, há de se lembrar quantos casos de corrupção ocorreu na administração municipal de grandes cidades como Recife, São Paulo, Belo Horizonte e etc, vos digo agora que foram vários os casos e descaso com o dinheiro público, seria plausível que todos aqueles que o critica , primeiro o comparassem estes dados, estes casos, ou seja vamos comparar o lado ético da administração Cesar Maia com outras administrações publicas no mesmo período. Além disto o prefeito foi eleito, reeleito e ainda elegeu um poste de nome Luiz P. Conde, ninguém conseguiria chegar a este ponto se não fosse através de muito trabalho, dedicação, muitas obras. Porém todo este discurso não significa que ele sai sobre aplauso, muito pelo contrário, a população malha Cesar Maia com uma lucidez impressionante, a mídia não fica atrás, critica o atual prefeito como se sua administração tivesse sido a pior da história, e isto reflete obviamente nos índices de popularidade que são uma merda por sinal.

O caso Lula é idêntico, por linhas erradas. O governo do presidente Luiz Inácio, está completando 6 anos, longos anos, e neste período houve uma enxurrada de escândalos envolvendo membros do primeiro, segundo e terceiro escalão de seu governo e metade de seus parceiros na politica, na administração federal estão sendo processados pelo STF no escândalo do mensalão, e veja só, com toda está maracutaia, com toda está ladroagem e incompetência e não é que o homem ainda consegue agradar a 70% dos brasileiros, pois para nós o governo do presidente Lula é otimo ou bom para 70% da população brasileiro.

O que isto quer dizer,

literalmente?

O caso Cesar Maia e do Lula são idêntico, por um singelo motivo, a magnifica constatação que nós brasileiros estamos perdendo (se é que tivemos um dia) a percepção, concepção a ideia do que vem a ser ético, moral certo, plausível. Diante desta constatação , não há de se estranhar porque nós olhamos tudo pelo lado do banal, da banalização, seja em se tratando de violência, de corrupção, de políticos demagogo e tudo que poderia ser considerável imoral e inaceitável em qualquer sociedade. A conclusão disto tudo, é única e irrevogável: nós brasileiros somos todos ignorantes, tapado.