quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

SOLIDARIEDADE

No mês passado em um 'post', afirmei que o sofrimento individual, pessoal, das pessoas não nos interessa, não o suficiente a ponto de mudar a nossa rotina, porque nada podemos fazer. O que realmente nos interessa é o sofrimento que vem do "todo", porque aí sim temos a oportunidade concreta de nos unir e procurar fazer algo para ajudar, direta e indiretamente. É o caso explicito que estamos presenciando sobre está tragédia em Santa Catarina e em algumas localidades da região Sudeste, a solidariedade do brasileiro está sendo maravilhosamente bela, de se ver, de participar e de ouvir, nestas horas mostramos que quando queremos podemos ser bastante solidário. O lado triste fica por conta de que isto é um fato isolado, na verdade a nossa solidariedade só se faz presente quando tem comoção nacional, nós nunca procuramos ter a iniciativa de ajudar os nossos vizinhos, mesmo quando percebemos o quão miserável eles se encontram.