segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

SEGUNDA DIVISÃO SIM SENHOR - Parte II - Dia Triste

Alguns anos atrás quando o Vasco conseguiu o direito de disputar a condição do melhor no mundo , no Japão depois de ser campeão da Libertadores, eu admito fui um torcedor fanático, contra o Vasco, e quando ele perdeu, houve aqui em copacabana um passeata banalizando o time, ou seria comemorando a desgraça do time vascaino, e lógico eu estava lá. Uma coisa é comemorar a perda de um titulo de nosso rival, outra completamente diferente é comemorar a perda de sua honra. Pois foi exatamente isto que aconteceu com o time vascaino ontem, ele não perdeu apenas uma partida, nem um titulo, o Vasco perdeu sua honra, nem que seja momentamente, mais perdeu, e disso ninguém zomba, nem mesmo quando se trata do pior inimigo. A verdade que o que aconteceu com o time vascaino poderia muito bem ter acontecido com o Flamengo ou com os outros dois, porque o jeito como estes clubes são administrados dão margem para tudo, menos para serem campeão brasileiro, felizmente aconteceu com eles, mais poderia ser diferente, aliás o Flamengo já passou bem perto de ser rebaixado, e se algo não mudar o próximo poderá ser nós. A questão não se trata de debochar dos vascaino, e sim de olharmos isto como um exemplo categórico de tudo que não deve ser feito no futebol, em se tratando de banalizar uma administração. Agora a pouco andando pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana percebi uma certa dose de tristeza no ar, o Rio amanheceu sem nenhum motivo para comemorar, apenas para admitir seus próprios erros, e que isto sirva de exemplo para os demais, porque 2009 vem aí.

Também não há motivos para ninguém querer morrer, não é galerinha, menos, menos, o mundo não vai acabar, ainda.