terça-feira, 9 de dezembro de 2008

AS CRIANÇAS

No artigo 'Genocídio Moral', eu explicitei bem o que é ser favelado. Mais desta vez quero falar do lado omisso e covarde do favelado, e para isso devo lembrar que mais de 50% dos favelados do Rio vem de outros estados, principalmente dos agreste nordestino do Ceará para ser mais especifico, da catinga da região mais pobre e miserável. Quando estas pessoas chegam aqui, é como se chegassem no paraíso, diante de tanta fartura de empregos. E com isto cria-se uma comunidade satisfeita, contente e acomodada, vem daí toda a alegria destas comunidades, favelas, para eles morar em favela e ter que conviver com a truculência de traficantes é normal. Os meninos, é assim que eles chamam os traficantes, são na verdade apenas 'os meninos', que são incapaz de fazer mal a eles, é como se esta cumplicidade fosse uma mal necessário diante da situação em que vivem. Neste caso a humildade, a tal da honestidade, que por sinal é algo reconhecidamente característico do favelado, é sim sinonimo de omissão e de covardia, pois não se pode admitir a liberdade que se vê destes traficantes, apenas porque acham que tem uma vida maravilhosamente medíocre.

O Disque Denuncia existe para isto, para se denunciar sem ser obrigado a se identificar.