quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

O BRASIL É UMA ILHA?

Ultimamente eu dei para andar futricando em algumas comunidade do orkut(já fui até expulso de algumas), na doce ilusão de que encontraria algo de interessante, mero engano é tanta merda, é tanta porcaria, que sinceramente por mais que eu tente eu não consigo achar um pretexto para entender porque tanta gente, dedica tanto tempo a elas, o sujeito chega em casa liga o computador e fica 3, 4 5,... horas seguidos, dali não se saí nada, o cara passou todo este tempo teclando merda, bobeira, será que a vida está se tornando algo tão banal?

Bom, vocês devem está se perguntando e o que é que este titulo tem haver. Tudo na vida tem excepção, e lógico a muitas comunidades interessantes, e numa destas comunidades a de nome JORNALISMO eu encontrei algo bem legal, em um destes fórum os recem formados em jornalismo reclamava amargamente e mesmos de forma arrependida de ter escolhido uma profissão tão inglória. Segundo uma garota de Curitiba, eu acho, ela está desempregada e totalmente desiludida com a profissão que escolheu, sem falar nos outros que começaram criticar os próprios colegas de profissão e criticam também aqueles jornalistas que atuam na área mesmo sem terem feito a faculdade e coita e tal...

Casos idênticos pode se encontrar na área de medicina, direito entre outras, isto , diga se de passagem vem da regiões sul e sudeste a maioria. Resumindo o cara dedica 5, 6 anos de sua vida em uma faculdade e quando termina se da por satisfeito, como se pensasse? - agora é só esperar a melhor oportunidade a melhor oferta de emprego e o melhor salário. Isto tudo lógico sem abrir mão do seu bem estar, do seu conforto de sua cidade natal, de sua casinha. Não é a toa que nestas regiões a uma demanda incrivelmente grande destes profissionais a maioria desempregados e desiludidos, um bando de preguiçosos, isto sim. Porque enquanto isto, nas regiões norte e nordeste existem o contrário com uma escassez total destes profissionais, em alguns casos fica se meses ou mesmos anos com a vaga em aberto, e não é por baixo salário porque este pode chegar 15, 18 mil por mês, a dificuldade maiores é que os bonitinhos se formam e não querem abrir mão de seu ridículo conforto, preferem se lastimarem a irem a luta. Ao ler as reclamações nesta comunidade tive a nítida impressão que o Brasil é uma ilha de tão pequeno , onde as oportunidades são raras e inexistentes, e por falar em ilha, a do Fidel Castro por exemplo tem sido a maior beneficiaria desta preguiça existencial de nossos jovens profissionais recem formados, pois até pouco tempo atrás o que tinha de médicos cubanos em nossos território era mesmo assustador, até em Búzios a 3 horas do Rio podia(pode) se encontrar médicos de Cuba. E as oportunidades não estão restrita apenas em medicina, o próprio jornalismo brasileiro, tem uma carência muito grande de bons profissionais, o que falta para está gente é coragem e criatividade. Jornalismo é sinonimo de criatividade, se a pessoa abdicar disto,,,, fazer o que!!??

E por falar em jornalista, onde está a imprensa escrita, que até agora não se pronunciou, não comentou, não disse nada de interessante, sobre o caso "TRIBUNA DA IMPRENSA", OU SERÁ QUE ESTE Nome NÃO SIGNIFICA MAIS NADA?