quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

DESVIO DE CONDUTA

Ontem de manhã a dupla de jornalista global Renato Machado (aquele) e Alexandre Garcia ficaram, vamos dizer, aparentemente indignados com as imagens mostrando a suruba da galerinha de Santa Catarina em torno dos donativos que os brasileiros enviaram ao Estado para as vitimas da enchente. As imagens mostrava , famílias enchendo o porta-mala de seus carros com aquilo que seria na verdade destinados aos desabrigados, há inclusive militares do exercito as gargalhadas em torno de tanta fartura. Não deu para entender foi o porque da aparente indignação , se foi pelo fato destas pessoas terem sido idiotas a ponto de terem permitidos serem filmados, ou se foi pelo aparente desvio de conduta destas pessoas. Ou será que os jornalistas acham que estão em utopia.

As imagens mostraram algo rotineiro, bem representado no "jeitinho" algo bem comum entre nós, e também na telinha da Rede Globo. A nossa honestidade só serve aos olhos do outro, para nós ser honesto é o mesmo que ser honrado, todos se dizem ser honesto, mais quando estamos sós, mediante a fartura, o conceito de honestidade e de honra já não é o mesmo, aí é o jeitinho brasileiro. Em minha cidade Xambioá, por exemplo na administração do Doutor Ademar Vieira Filho e na administração seguinte do senhor Juninho Leite, houve casos idênticos, com distribuição de frangos congelados , cestas básicas e outros casos cabeludos, envolvendo pessoas nobres e honrada, os chamados filhos do centro, e aí?

O grotesco da indignação dos jornalista, está em querer chamar atenção para algo já incorporado entre os brasileiros e pela própria emissora, como um todo, de algo que é apenas o "jeitinho brasileiro de ser e de se comportar". A banalidade em torno deste jeitinho, é que deveria ser criticada, é o que deveria causar indignação, mais quem levaria isto a sério?, já que a própria Globo incentiva tão bem, em suas telenovelas este jeitinho, desgraçado de ser. A Globo as vezes age como se fosse a deusa da moralidade e dos bons costumes, outras vezes representa incorpora má exemplos e atitudes. Ou seria apenas um mero desvio de conduta?

Se temos que ter indignação por algo, então vamos ser mais realista, mais sério, mais plausível, mais Honesto, caso contrário tudo passa a ser apenas parte de nosso jeitinho;