sábado, 27 de dezembro de 2008

BENDITO VINHO

Não se imagina Natal sem vinho, afinal para celebrar toda a 'magia' natalina é compreensível que tenhamos uma embriaguez saudavelmente sincera, é assim nas boas festas, pelo menos naquelas em família, e nada melhor do que encarar a esperada chegada do bom velhinho através da otica de uma garrafa de vinho, pois é com ela, em sua companhia que passamos por cima de toda timidez, de todo ódio, de toda indiferença, com uma taça de vinho, ou melhor com várias, é que realmente conseguimos superar toda a nossa idiossincrasia ou seria complacência.