terça-feira, 28 de outubro de 2008

TODOS COM OBAMA ou EU NÃO ACREDITO EM BARACK OBAMA ou O SONHO DE OBAMA - Parte II

Quinta-feira passada, li aqui mesmo no blog, através do link do New York Times, o apoio quase que incondicional do jornal ao candidato democrata Barack Obama. O jornalão é apenas mais um entre centenas a seguir pelo mesmo caminho, aqui em terras tupiniquim, não é diferente, sexta dia 17, o globo, publicou em seu editorial "que somente um fato relevante... poderia atrapalhar a vitória de Obama", enquanto o colunista Luiz Garcia na última sexta dia 24 comentou que "lá... estão com uma agitada eleição nacional definidissima há algum tempo". Opinião semelhante pode-se constatar na imprensa Europeia e em praticamente em todo o resto do planeta. Tudo isto pode dar a impressão que as coisas por lá já estão decidida, porém não é bem assim que a banda toca, a opinião, o apoio da imprensa representa apenas o apoio individual de cada um, perante seu candidato favorito, não que dizer necessariamente que Barack Obama terá a facilidade como a que teve aqui - por exemplo - o atual prefeito de São Paulo em sua reeleição. Não é difícil de saber os motivos que levam todos à apoiar o candidato democrata, resta saber se o candidato saberá corresponder a todo este apoio, esta expectativa que se criou em torno dele, de sua imagem, de seu eventual carisma e inteligência e porque não dizer capacidade administrativa, tudo isto lógico se ele vier a ganhar as eleições no próximo mês, lembrando sempre que a vitória do candidato para todos os efeitos é algo improvável, e apostar na sua vitória é mais um desejo intimo de cada um, que propriamente algo consistente e convincente. Eu particularmente não acredito na vitória de Obama, e se ele por ventura vier a ganha, eu não acredito que ele conseguirá termina seu mandato, e se por ventura ele conseguir terminar seu mandato eu não acredito que ele será nem 10% do que falam dele, resumindo EU NÃO ACREDITO EM BARACK OBAMA e ponto.