quinta-feira, 30 de outubro de 2008

AVISO AOS NAVEGANTES

Durante muito tempo as drogas mais consumidas no Rio foi a maconha e a cocaína,e o CRACK era considerada uma droga tipicamente Paulista, não que não fosse lucrativa aos olhos do trafico, o problema é muito mais macabro, o CRACK uma das drogas mais vendidas em São Paulo, não foi interessante para os traficantes cariocas pelo simples motivo que não era assim 'tão lucrativas' já que as suas vitimas morriam antes mesmo de começarem a dar lucro. Para quem não está familiarizado o CRACK é uma mistura de amónia, cocaína, bicarbonato de sódio e outras porcarias, seus efeitos são mais devastadores que a cocaína, pois é mais barato e dura menos, por ser estimulante a sua dependência é uma questão de dias, quando não mata de imediato o sujeito fica doido o suficiente para ir direto para uma clínica psiquiátrica. Se inalado junto com o álcool - que por sinal acontece com bastante frequência - o CRACK aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial o que pode levar a resultado bem letais. Portanto vai aí um pequeno aviso aos navegantes, o CRACK, chegou no Rio, já há algum tempo, e também há algum tempo anda fazendo suas primeiras vitimas, falo isto, porque já estou vendo algumas pessoas viciadas e logicamente internadas já que a droga não dar tempo para o vicio virar um vicio, portanto galerinha abram os olhos e fiquem atento porque o barato pode ficar macabro. Aqui mesmo na zona sul,a venda da droga já está tão comum que se encontra o crack em qualquer boca de fumo. E aquele velho e insuportável aviso é sempre bom... quem avisa amigo é...