segunda-feira, 1 de setembro de 2008

O SONHO DE OBAMA

No artigo 'Planeta China' fiz algum comentário sobre as eleições norte-americana, e não deixa de ser interessante o fato das eleições lá despertarem mais atenção e interesse do que nossas eleições cá. Mesmo porque não é todo ano que se tem um candidato negro com chances reais de se tornar presidente dos EUA. Esclareço um detalhe, tanto o candidato democrata quanto o republicano, não tem - segundo os especialistas - ou melhor não existe nenhuma proposta concreta para a América Latina. Pelos menos para nós brasileiros, tanto faz torcer para Obama ou John McCain, embora por motivos óbvios a maioria dos brasileiros, como parte dos norte-americano, estão torcendo para a vitória de Barack Obama. Infelizmente(ou seria felizmente) quem decide são eles, e a questão é, eles terão coragem de eleger um negro e cigano para presidente? eles finalmente conseguirão concretizar aquele manjado, e inabalável tal do 'sonho americano'?Porque uma coisa é eleger um governador, senador negro, outra coisa totalmente diferente é eleger um negro para o posto mais importante das Américas, sabendo-se de antemão o ódio mortal que isto despertara em algumas pessoas..O nosso histórico humano nos mostra, que tudo não passa literalmente de um sonho, e a possibilidade de Obama(apesar das evidencia) ser eleito é remota e muito pouco provável, e não se trata apenas de ser negativista e sim de ser coerente com o pensamento predominante do povo americano.(ou será que estou exagerando - veremos)Nesse caso, fica evidente que na hora hora "H" o medo, e a covardia prevalecerá sobre a razão.E acreditar na eleição de Barack Obama é acreditar que finalmente as portas de Utopia estarão abertas para voos mais complexos.