sexta-feira, 19 de setembro de 2008

MÁXIMAS E DITOS JOCOSOS (F. N.)

-----A ociosidade é mãe de toda psicologia. Como? A psicologia seria um...vicio?
-----O mais corajoso dentre nós só raramente tem a coragem de afirmar aquilo que sabe verdadeiramente...
-----"Toda verdade é simples". Isso não é uma dupla mentira?
-----De uma vez por todas, há muitas coisas que não quero absolutamente saber. - A sabedoria traça limites, mesmo ao conhecimento.
-----Na escola de guerra da vida. - O que não me faz morrer me torna mais forte.
-----Não te acovardes diantes de tuas ações! Não as rejeites logo depois de tê-los feitos! O remorso da consciência é indecente.
-----Desconfio de todas as pessoas com sistemas e as evito. A vontade de sistema é uma falta de lealdade.
-----Quão pouca coisa é necessaria para a felicidade! O som de uma sanfona - Sem musica a vida seria um erro.
-----Nós imoralistas, prejudicamos a virtude? - Tanto quanto o pouco que os anarquistas prejudicam os príncipes. Só depois de dispararmos de novo contra eles é que sentam com solidez em seu tronos. Moral: é preciso disparar contra a moral.
-----O desiludido fala. - Procurei grandes homens e sempre encontrei somente os macacos do ideal deles.
-----És daqueles que olham ou daqueles que põem as mãos na massa? - ou ainda daqueles que desviam os olhos e se mantém a distância?... Terceiro caso de consciência.
-----Queres acompanhar? Ou preceder? Ou ainda seguir teu próprio caminho? - Cumpre saber o que se se quer e se se quer. - Quarto caso de consciência.
-----Que importa que eu tenha a razão! Tenho razão demais. - E ri melhor hoje quem ri por último.
-----Fórmula de minha felicidade: um sim, um não, uma linha reta, um objetivo... (F.N.)



-volto na segunda-feira com forma máxima.