sábado, 26 de julho de 2008

A GUERRILHA DO ARAGUAIA-Parte I

Momentaneamente deixarei o termo Demagogia de lado para comentar sobre um outro termo não menos importante. Mas prometo voltar em breve, afinal DEMAGOGIA, é tão relevante hoje como é o arroz e feijão no prato do brasileiro.


A guerrilha do araguaia, ao contrário que alguns dizem, não faz parte de nossa história, de nosso passado, e sim de nosso presente, de nosso momento atual.Mesmo porque não se pode considerar algo passado e histórico um acontecimento em que muitos de seus personagens encontra-se vivo e atuando profissionalmente. Portanto deve ser tratado como algo nobre e estudado minuciosamente, sem nenhum tipo de preconceito, ou fanatismo politico. Quando se tenta fugir deste conceito cria-se uma sociedade em que presente, passado e futuro é irrelevante. E nos tornemos um fantoche da humanidade em que somos incapazes de formatar nossa própria história, possibilitando que a história europeia por exemplo seja mais importante, mais estudada que a nossa própria.
Para que a guerrilha do araguaia possa fazer parte de nossos livros de história é necessário antes de tudo que o tempo pare, possibilitando assim tempo suficiente para pesquisa, para que possamos decifrar tudo que lhe diz respeito, esclarecer o que estar oculto, revelar, enfim procurar contar algo de bonito e bravo que aconteceu recentemente em nosso país.