sábado, 2 de junho de 2018

Uma noite no paraíso






Como se define o paraíso? Como se define um momento sublime? Como se define uma noite perfeita, uma noite que transcende o próprio ato de VIVER de tão inacreditável e , ao mesmo tempo lúcida?



 Eu tive essa noite, eu estive no paraíso, em alguns momentos era tudo tão mágico e lindo, que parece que estamos flutuando de tão entregues.



 O show do Radiohead no aqui no Rio esse ano, me proporcionou tudo isso, uma série de fatores contribuíram: o próprio Thom Yorke, entra numa espécie de catarse sem fim, o local do show criou um ambiente de "algo especial para um seleto grupo", as duas baterias, a banda como um todo, o jogo de luz, as letras hipnotizante, há expectativa de anos para assistir um show do Radiohead. Tudo isso ajudaram por certo, mais..... tinha algo de fantasmagórico naquela noite que transcendeu um mísero show do Radiohead, em alguns momentos, todos sim todos presentes naquela noite, juraram que estiveram no paraíso.



 Voltamos ao início: o que define o paraíso, o que significa o termo, uma noite no paraíso???? A leveza em nossa mente,  e acima de tudo uma sensação indescritível de paz e uma armonia interior indescritível de tão prazerosa. Sim , senhoras e senhores no show do Radiohead eu estive no paraíso por alguns breves momentos. Algo sublime.



Se você nunca sentiu algo parecido em vida.... lamento....ou melhor, felicitações porque você ainda não está pronto para morrer.

domingo, 27 de maio de 2018

De nada adianta se somos ridículos



De nada adianta se somos atencioso, educados, filósofo e temos palavras bonitas se no final nosso comportamento é de uma pessoa ridícula.

De nada adianta se somos respeitado, ou mesmo se somos íntegro se no final temos atitude de uma pessoa ridícula e patética.

De nada adianta nossa honra e integridade se as vezes somos ridículos....

De nada adianta.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Brasil: o país dos covardes

Chega ser ridículo essa greve, uma categoria ridícula , comandada por empresários dono de Frota , ameaça parar um pais de proporções gigantescas como o nosso.

E o pior , fazendo reivindicações em seu próprio proveito.

E o que faz nossos governantes???

Simplesmente se acovardam, se omitem. O mesmo se diz por parte da sociedade.

É muito simples, bota-se as forças armadas nas estradas, e a palhaçada termina.

O que o brasileiro adora mesmo é de um governo , de um Estado paternal. Só isso para explicar tamanha covardia e alienação sobre o assunto.

Por que ninguém tenta saber os reais motivos dessa crise????

segunda-feira, 21 de maio de 2018

A sociedade odeia o silêncio


O silêncio é um dos alicerces de nossas vidas,  de nossa sobrevivência diria,, nem todos tem essa percepção.  ... na verdade para muitos o silêncio é sinônimo de coisas ruins. Eu também adoro o silêncio, não porque ficamos em paz ou porque nos remete há algo triste e sim porque no silêncio voltarmos a nossa essência, e, por mais poético e triste que parece, sim somos seres criados para o silêncio, a sociedade hoje só prova isso. A sociedade não busca o silêncio, por um simples detalhe  , é no barulho que  nossa essência nos torna imperceptível,em termos de mediocridade.

Até para falarmos precisamos do silêncio, quem pensa o contrário são justamente àqueles que falam merda, falam sem pensar. Se não adquirirmos o hábito de ficarmos imperceptíveis segundo em silêncio antes de falar, não adianta nem mesmo abrir a boca. Fato

A sociedade atual odeia o silêncio.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Pedofilia: Há limites para tanta monstruosidade??



“Os investigados são das mais diversas profissões: humorista, zelador, enfermeiro, policial, psicólogo, professor, agente socioeducativo, ajudante de pedreiro, metalúrgico, advogado, padeiro, editor de imagens, radialista e empresário.”

Eis aí o resumo da megaoperação que a polícia federal começou ontem em varios Estados Brasil afora contra a pedofilia.

A monstruosidade está diseminada em todas as classes sociais, em toda sociedade. Dito isso pergunto: qual o limite da monstruosidade humana?? Existe limite???

terça-feira, 15 de maio de 2018

A insuportável dor que ronda o suicida

"Depois de muito me analisar, avaliar minhas ações e contestar minhas reações, resolvi mudar meus parâmetros sobre o que é importante e o que é supérfluo.
Sim, as pessoas buscam a perfeição externa.
A beleza aos olhos, não se prendem ao conteúdo da essência.
Me destruíram  por dentro.
Afetaram minha essência.
Acreditem as pessoas são cruéis kkkkk
E em troca resolvi agredir minha embalagem
Por um longo tempo deixei de lado minha embalagem, me foquei  apenas no meu eu interior.
Enfim, vou valorizar minha embalagem. Vou ostentar minha matéria, mas jamais irei corromper minha essência.
Farei algumas mudanças habituais.
Mas acreditem só terão acesso ao meu conteúdo e não a minha matéria podre.
Não vou mudar a foto do perfil. Continua sendo essa mesma. Eu de costas, mostrando minhas tatuagens... Para muitos algo sensual, convidativo, mas para aqueles que me conhecem em essência sabe que são apenas ilustrações dos processos pelo qual passei.
Hoje enviei uma mensagem para um cara que conheci e adivinhem kkkk me apaixonei!!! Bem ele todo respeitoso não correspondeu as minhas investidas, porém respondi a ele :
"A psique de uma mente vulnerável é a reflexão de um coração enfraquecido, e a blindagem de uma alma impenetrável é a resposta daquilo que um dia foi vivido.
Permita-se
Você é o autor de sua história.
Felicidade! É inútil buscá-la em qualquer outro lugar que não seja no calor das relações humanas... Só um bom amigo pode levar-nos pela mão e nos libertar."
Ou seja serei dona da minha historia e continuarei a me permitir!!!
(eu antes da violência sofrida)"

Esse texto foi escrito a cerca de 5 semana por uma amiga do Facebook. Hoje ela escreveu simplesmente: "desisti". Há dias percebo, ou melhor acompanho seus autos e baixos. A impressão que tenho que há momentos que ela tá bem, mas no dia seguinte.... parece que ela sente uma dor tao grande e sufocante que me incomoda tamanho a sensação de tristeza que toma conta de mim. Afinal, que dor terrível é essa que eles sentem a ponto de dar cabo a própria vida para amenizar essa dor ????

Já escrevi vários posts sobre suicídio, para mim é o único grande enigma que me interessa e me fascina.

Ano passado tive dois músicos que eu adorava que não suportaram essa dor. A sociedade , a comunidade internacional tem que dar mas atenção a depressão...ao suicídio .
Continuo amanhã....

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Tá difícil até de respirar


Tempos estranho esse que vivemos. É tanta gente gritando, é tanta gente defendendo coisas sem nexo , que num primeiro momento temos a nítida impressão que ja chegamos no auge , e que portanto a tendência é regredir.

Não estamos evoluindo como sociedade , como cidadão muito menos como ser humano.

Tô vendo tanta gente falando asneira que me custa acreditar que essas pessoas são normais.

Ta difícil até de respirar.


  1. Essas eleições de 2018 por exemplo, promete ser uma das mais agressivas em termos de INTOLERÂNCIA





sábado, 12 de maio de 2018

Se declarar no Facebook



O problema de você se declarar no Facebook não é o ridículo da situação, ou o quanto você foi patético. A grande questão vem no dia seguinte, você exclui ou não?

Por outro lado vale a sensação maravilhosa de você ter desabafado. E o melhor, se você falou que tá gostando de uma pessoa, no fundo fez ela, sentir bem. Afinal , quem não gosta de se sentir amado(a) por alguém???

No fim a conclusão é: ao se declarar publicamente para alguém na internet fica provado que sim, você foi tanto ridículo como patético. Entretanto fica provado também que você está acima da mesmice humana, e o mais nobre, teve atitude, algo extremamente raro.

De qualquer maneira vale a lição, se você tá gostando de alguém, e não sabe como se declarar, nunca beba nada que contém álcool.... com um celular ao seu lado. A probabilidade de você fazer uma merda é mesmo de 100 por cento.





Voltei..... é isso: estou vivo

É isso: estou vivo

Depois de me livrar de vários processos  judiciais, depois de me livrar de um relacionamento mórbido, depois de .... uma infinidade de coisas horripilante.... depois disso tudo.... Voltei.

Não sei , pra ser sincero, se isso tudo mudou algo em minha mente, espero que sim. O ser humano é estranho. Mas acho que tô menos agressivo. Mas tolerante e talvez menos arrogante. Veremos portanto.

Vou falar de tudo, exceto de juízes e do BOLSONARO. Pensando bem tira o Bolsonaro.












segunda-feira, 9 de abril de 2018

7 anos sem minha MÃE

Todo ano é assim: começa o mês de abril e fico péssimo. Ao mesmo tempo  serve pra recarregar minha mente com boas lembranças e exemplo de um ser humano  de caráter,  personalidade forte,  de uma pessoa bondosa com o proximo, carinhosa e sobretudo de ética,  essa era minha mãe.

Então quando chega no 9 de abril to  mais  tranquilo e pronto para encarar mas um ano sem sua presença. A tristeza passa e fica uma saudade incomoda....mas uma saudade também em forma de carinho. De boas lembraças....

9 de abril de 2018. 7 anos sem ELA.  Parece que foi ontem. ..ela me fazendo cafuné.

domingo, 20 de agosto de 2017

A insanidade em 200 post - parte 24

Outras características peculiares em um psicopata:

-  O psicopata não se envergonha de seus atos, é impressionante ,mesmo que você decida escrever um livro falando disso para a própria psicopata , o máximo, que ela vai dizer é um :hum, ou algum emoji🤔, eles não negam, não rebate, e mesmo que reagem , fazem isso de forma agressiva, violenta, sem entretanto negar, ou mesmo justificar os fatos. Parece que eles têm uma mente onde sua razão está acima de tudo e de todos, Ainda que essa razão significa apenas abonar sua própria demência. - sim, é verdade que psicopata não tem olfato, convivi com uma que vivia me afirmando isso, assim como é verdade que são antissocial, se mantém um relacionamento , é por pouco tempo, se estão solteiros não conseguem conviver com ninguém, por vários motivos, que já citei inicialmente, como eles mesmo tem consciência disso, procuram se isolar o máximo, isso não significa que não tem amigos, sim , o psicopata é capaz de manter um enorme círculo de amizade, sabem disfarça bem seus problemas, geralmente são pessoas inteligente, comunicativas e extremamente atraente num primeiro momento, apesar de serem vazias.

- A psicopata te manipula o tempo inteiro, mente com a naturalidade assombrosa, é capaz de te contar uma mentira entrelaçada com pequenas verdades, só para dar veracidade a mentira, se você diz que ela mente, ela nunca nega, ela fala na sua cara que você que é o hopocrita, o manipulador, o falso e o mentiroso, se você não tiver uma certeza incontestável dos fatos você termina por acha que , dê alguma forma  você tem culpa em algo, casar com uma psicopata é infinitamente pior que casar com um monstro, na verdade o fim de um relacionamento, não significa o fim, o pesadelo continua , é infinito, eles agem de uma forma tão desumana que atinge seu ego, sua personalidade e, até mesmo sua auto estima. Se recuperar é algo quase impossível...

- O psicopata não para em empregos, não admitem ordem, não admitem serem contestados, se irritam com frequência, podem, num primeiro momento demonstrar ser um exímio profissional, com o tempo demonstra o quão são destruidores em seu ambiente de trabalho.

- A psicopata não baixa  a cabeça em momento nenhum, são as mais  felizes nas fotos das redes sociais, eles têm uma autoestima além do normalmente visto, não se iludam com o choro de um psicopata, ela chora agora pra você e no minuto seguinte tá falando alegremente com alguém por telefone, falando de assunto totalmente fora da realidade que ela vive, parece que várias personalidades, dependendo do momento, atua em sua mente simultaneamente. Na roda de amigos são sempre os mas felizes e comunicativo, Ainda que o mundo esteja desabando ao seu redor. -


 - Sao seres que não tem escrúpulos, falam de dignidade, de Deus e etc, mais na intimidade são justamente o contrário, não tem caráter, são promíscuo, deuses de sua própria vontade ,não dão satisfação de nada que fazem, são hipocritas e extremamente demoniacos, surtam , ficam violentos e exageradamentes agressivos por motivos banais, agindo como se nada tivesse acontecido no instante seguinte, agem como se fossem deuses de sua própria existência e consequentemente insignificância. São capazes de terem crises de choros só para amolecer o coração de suas presas, fazem isso de uma forma normal, choram e no segundo seguinte tão sorrindo como se absolutamente nada tivesse acontecido, é assustador - 

Leia mais aqui:https://xambioa.blogspot.com/2017/08/a-insanidade-em-200-post-parte-22.html?m=1

- Vivem falando em morrer, vive falando que sua vida não tem sentido, vive falando que já destruiu a vida de muitos, vive falando que não dá certo com ninguém...vira e mexe tentam o suicídio, entretanto , sempre de forma ridícula, como se entupir com 10 ou 16 comprimidos levassem alguém a morte em pleno século 21, adoram na verdade, darem um de injustiçado, quem convivi com uma pessoa assim no início, percebe logo logo que caiu numa cilada, o psicopata é repetitivo, com o passar do tempo você vai descobrindo todas as suas manipulações..., no início você mesmo tenta se enganar , acha que vai passar, acha que se a pessoa fazer algum tipo de acompanhamento com psicólogos e psiquiatra as coisas vão melhorar, mas aí você se lembra que essa pessoa já agem assim há anos e anos, fazendo uma vítima atras da outra, daí você percebe que caiu no monumental buraco. No final de um relacionamento assim, você fica destruído em todos os sentidos , tanto financeiramente, como psicologicamente a psicopata está ai mesma feliz e pronta para atacar sua próxima vítima... vida que segue.... -

Leia mais aqui:https://xambioa.blogspot.com/2017/08/a-insanidade-em-200-post-parte-25.html?m=1

- a psicopata é uma Arlequina da vida, com aquele ódio sarcástico, com aquele sarcasmo, com aquela promiscuidade, manipulação , formosura e por fim.... uma desgraça infinita para quem inadvertidamente se aproxima Dela. -

-  O psicopata só mantém um relacionamento por um período mas longo, se seu parceiro for dependente químico, por motivos óbvios.

Leia mais aqui:https://xambioa.blogspot.com/2017/08/a-insanidade-em-200-post-parte-23.html?m=1

- Não se iludam com os psicopata do cinema, na vida real eles são infinitamente mas mordazes e fúnebres, dependendo, obviamente do grau da psicopatia. Sim, existe isso, o tamanho do grau de um psicopata é o que o diferencia de um assassino ou não, no caso das mulheres psicopata a maioria tem grau leve, mas não menos destruidor para quem convive com elas. -

- Se alguém me perguntar o que mas me deixou perplexo na convivência com um psicopata. Eu respondo: o psicopata não consegue sentir ódio por ninguém, não tem remorso, não tem afeto...não consegue sentir raiva ou algo do género em relação à alguém , no máximo cria uma repulsa por determinada situação, são extremamente desconfiados ,acham que todos estão lhe passando a perna ou lhe traindo, mas são capazes de conviver de forma pacífica, amorosa ou mesmo de amizades com alguém que dias antes foi capaz de lhe prejudicar. É fácil entender se se formos considerar que tal elementos é desprovido de alguns sentimentos que proporciona agir como alguém normal. Não se tratar de ser uma pessoa rancorosa ou não, de perdoar ou não, o psicopata simplesmente não reconhece nada disso, em sua mente não existe rancor, ódio, perdão, amor, afeto etc, num primeiro segundo ele sente tudo isso, mas no minuto seguinte é capaz de conversar normalmente com você, Ainda que você tenha acabado de matar seu pai , por exemplo. É difícil entender a mente de um psicopata, é difícil explicar e falar, mas... nada disso é comparável como ter que conviver ao lado de um psicopata, isso sim é surrealismo puro -

- Li muito para escrever esses textos e quanto mas lia mas me assustava com tantas coincidências e evidências sobre a pessoa, chega a ser angustiante.

Leia mais aqui: https://xambioa.blogspot.com/2017/08/a-insanidade-em-200-post-parte-20.html?m=1

 Se eu tenho receio de um processo judicial por calúnia e difamação????? Não, adoraria responder algo nesse sentido . De um lado o psicopata provando que não é de fato um psicopata, do outro a vítima desse psicopata. Seria algo inédito de tão patético. Bom , se não me processarem só reafirma meu relato, como já disse anteriormente o psicopata não liga para ofensas insignificante e infantis. Isso não atinge seu ego. Muito menos seu dia a dia. Sua auto estima é infinitamente mas nobre e edificante.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A insanidade em 200 post - parte 25



Insano 25

O inferno no dia a dia ao lado de um psicopata :


- Parei de acreditar em inferno, depois de conviver com um psicopata, nada é pior e mais cruel, do que , por exemplo ter de dialogar com alguém que não admite erros, nao tem humildade, ,não sabe pedir desculpas, e muito menos dar satisfação em nada de seus atos, e de sua vida, discutir com esse ser é simplesmente  sofrível, a psicopata mente compulsivamente, e se você provar que ela está mentindo Ainda assim ela se volta contra você , distorce tudo fazendo que no final você desista de prolongar a discussão.

 - A psicopata se defende atacando, é quase impossível ela pedir desculpa após uma falha grave, e quando pede é de forma tá imperceptível , nas entrelinhas, que você nem percebe.

 - Quando ele tá errado , primeiro ele se silencia, para logo depois desviar, como um passe de mágica seu próprio erro para você.

- A psicopata se irrita facilmente,  se você resolver discutir com ela, piora situação, ela surta, grita, te xinga de tudo quanto é nome, quebra tudo ao seu redor, essa é sua resposta para quem se aventurar a enfrentá-la.

- E  o mais intrigante, depois desse surto , logo em seguida age como se absolutamente nada tivesse acontecido , é surreal

- Medo não existe na mente de um psicopata, é capaz de subir no morro para comprar drogas, pela primeira vez, mesmo se esse estiver em confronto , enfrenta qualquer um, bate boca com bandido, com policial ou mesmo com um delegado, usa sua inteligência e sua suposta arrogância para intimidar pessoas que teoricamente teria que respeitar

- A psicopata convive com qualquer um, até com um cachorro, desde quando ela esteja levando algum tipo de vantagem nesse relacionamento, ela age assim infinitamente, sai de um relacionamento pronto para entrar em outro, pouco importa o mal que tenha feita na vida de alguém

- Conviver com uma psicopata é uma experiência única, de tão macabra , se livrar de um, é uma tarefa árdua, porque ela faz de tudo para sustentar um relacionamento impossível. Ela só decide ir embora quando percebe que não vai mas conseguir tirar vantagem nenhuma desse relacionamento, costuma deixar seu parceiro destruído, tanto em termos financeiros como em termos de coração, afetivo.

-  Outro problema no dia a dia é a completa ausência de discrição, é capaz de expor seu relacionamento para terceiros, para pessoas estranhas ao casal sem nenhuma forma de constrangimentos.

- Pessoas  psicopata não pode beber bebidas alcoólicas muito menos usar drogas pesadas como cocaina, pois essas substâncias aumenta seus problemas por 1000. Fazendo com que a convivência se torne em algo mórbido de tão destruidor.

- A psicopata é igual camaleão se habitua a qualquer ambiente e em qualquer lugar ,e com qualquer pessoa , desde quando lógico, ela deslumbre algo gratificante para seus propósito. É capaz de manter os mais improváveis relacionamento.

- Sua convivência com família é complicado, não consegue manter relações afetivas nem com os próprios filhos.

- Vive jogando na cara das pessoas seus problemas, como se a humanidade fosse culpado de tudo.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

A insanidade em 200 post - Parte 23

Insano 23

Características de um psicopata num relacionamento a dois:

O psicopata não ama, ele é incapaz de demonstrar literalmente algum tipo de afeto, de carinho, de amor para seu parceiro, ele não ama, ele simplesmente adquiri alguém, se apossa dessa pessoa , como se fosse uma mercadoria qualquer, tem ciúmes até de seu sonho, é capaz de monitorar o companheiro só para se certificar que não está sendo traído(a), veja só, ele tem esse tipo de comportamento mas ao mesmo tempo é incapaz de demonstrar um carinho com seu parceiro, é como se ele ou ela tivesse preocupado apenas consigo mesma, egocentrismo puro, então, ela gosta de ser bem tratada, paparicada e endeusada. O psicopata exige um absurdo de carinho e atenção, sem retribuir com um mísero bom dia , por exemplo. Ele não percebe isso, age como se apenas uma parte fosse digno de atenção, ele não tem remorso, muito menos sentimento de culpa, não tem percepção do que seja isso, o psicopata num primeiro instante é atraente, sensual, inteligente ,isso fascina seu próximo, é fácil se apaixonar por um psicopata, o complicado é se livrar dele, ele sufoca tanto um relacionamento ,que quando vc percebe, já fez um absurdo de absurdos para manter um relacionamento impossível.

Eles não reconhece nada , absolutamente nada que você faz por eles, é como se na sua mente você tivesse a obrigação literal de fazer tudo por eles, tanto em questões financeiras como afetivas, sem no final, merecer sequer um patético obrigado.

Não tem noção nenhuma de questões financeiras. Se vc por uma maldição da vida , tiver de se relacionar com uma psicopata, se prepara, vc vai terminar literalmente endividado e sem saber direito de como torrou tanto dinheiro. O psicopata não tem limites quando a questão é dinheiro, pouco importa se vc diz que não pode gastar ou não, porque ela sempre e sempre vai tá te pedindo algo. Tanto faz vc dar 600,00 ou 20 mil nas mãos de um psicopata, ele gasta esse dinheiro em menos de 48 horas, gasta com supérfluo e depois vc percebe que o essencial ficou pra depois...

Outra característica do psicopata é que ele é uma pessoa extremamente vingativa, basta uma frase mal colocada pra ela te ferrar, e nesse quesito, de se vingar, não há limites, ela faz coisas inacreditáveis só para te provar que ninguém tira sarro da cara dela sem levar um troco.

 O psicopata é promíscuo, é sua natureza, num relacionamento a dois , a pessoa tem que ter muita força de vontade para satisfazer todos os seus desejos. E não se engane , se vc namorar um Psicopata e o relacionamento terminar, ele é capaz de se relacionar com uma outra pessoa às vezes , dependendo da oportunidade até no mesmo dia, como ela não tem sentimentos é muito simples apagar um ex de sua memória O psicopata solteiro vai pelo mesmo rumo, tem fôlego suficiente pra ir pra cama com vários durante um mês, muitas vezes ela mesmo se oferece sexualmente numa voracidade e promiscuidade fora do comum, sai pra transar com pessoa logo no primeiro contato pela internet.

São pessoas viciadas em redes sociais , adoram postar fotos onde predomina o que tem de mas bonito, são capazes de ficar o dia inteiro na internet, no dia a dia são extremamente preguiçosos e desleixados.
O diagnóstico de um psicopata é complicado, muitos especialistas confundem com depressão ou mesmo com distúrbio bipolar ou esquizofrenia, porque suas atitudes confundem os médicos, eles têm uma mente tão fantástica, que manipulam até um psicólogo, fazendo com que o profissional faça confusão no diagnóstico.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

A insanidade em 200 post - parte 22

Insano 22

Vou citar centenas de exemplo de como age a mente de um psicopata nos próximos meses, óbvio não preciso ser doutorado, apenas conviver e ter lido exaustivamente sobre as características,  já é suficiente para discernir sobre o assunto mas do que o maior especialista do planeta . Lembrando sempre que a mente de um psicopata Ainda é, um dos maiores enigmas da ciência moderna. Lembrando também que psicopatia não é sinônimo literal de monstro, assassino ou algo do género.

 Convivia com um psicopata que recebeu a notícia da morte de um ente querido, pois bem, ele primeiro se lamenta profundamente, inunda sua pagina nas redes sociais com lutos e mensagens fúnebres,  mas... não se engane, no mesmo dia ou no dia seguinte essa mesma pessoa é capaz de ir pra ........Lapa , curtir música ,dançar,beber drink ...se divertindo numa alegria assustadora mesmo, como se não houvesse o amanhã. E horas depois renovar as mensagens de luto. Num caos mental inimaginável. Detalhe essa pessoa se considera muito religiosa, adora falar em Deus, e quando eu perguntei se ela queria ir na igreja ela disse que não, apesar de morar quase que literalmente ao lado dê uma.

 É como se sua mente tivesse e convivesse com dois sentimentos simultaneamente: da dor profunda e o da alegria enlouquecedor. Não confundam com distúrbio bipolar.

 Entretanto o que prevaleceu foi a completa ausência de remorso , a pessoa agiu para a plateia , a verdadeira essência estava naquele comportamento na Lapa, mesmo porque é impossível uma pessoal  normal , receber uma notícia da morte de um ente querido e horas depois tá se divertindo, bebendo, dançando e dialogando como se nada tivesse acontecido . Uma das características de um psicopata é manipular e mentir. Nem que para isso use o chorar como uma arma de persuasão para conseguir seus objetivos, são capazes de ter crises de choro, e uma vez conquistado seu objetivo, agem como se nunca tivessem chorado na vida.

 E acredite, quem conviver com uma pessoa assim, tem que achar a coisa mais bela e natural possível .


A insanidade em 200 post - parte 21

Insano - parte 21


O que une Donald Trump e aquele maluco da Coreia do Norte o tal Kim Jong-un, não é a aparente demência dos dois, e sim que de repente estamos, a humanidade, a mercê do bom senso de ambos.

domingo, 13 de agosto de 2017

A insanidade em 200 post - parte 20

Insano 20

O problema de você ser casado com uma psicopata (o), ou... com algum tipo de distúrbio mental, não é a demência em si, e sim a angústia de sempre tentar adivinhar e consequentemente sempre errar,  o prognóstico do dia seguinte com essa pessoa.

Tudo isso parece óbvio, mas não menos angustiante.


sábado, 8 de abril de 2017

6 ANOS SEM MINHA MÃE... os anos não passam

.... resolvi compartilhar esse desabafo da minha amiga de Facebook  Monny para dizer que sim,  todas as dores são parecida exceto aquela da ausência de uma MÃE, essa não tem clemencia, horizontes ou consolo, se você perde sua mãe , não interessa quantas décadas isso se passa,  a dor será a MESMA.  Parece ser algo comum a todos, minha,  da   Monny e de todos.

 Assim parece ser.

 9 de abril,

6 anos sem minha mãe, os anos não passam,  nesse sentido  aliais,  nada significa.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

ESTAMOS SEMPRE LUTANDO PARA NÃO CHORAR

É a vida , bem sei, mas... não tem jeito, toda vez que acontece absurdos de humanos contra humanos como essa desgraça na Síria, ou centenas de atos idênticos mundo afora, fico pensando.. passamos toda uma vida LUTANDO PARA NÃO CHORAR, afinal se se somos uma sociedade, um único planeta , uma única civilização o certo deveria ser , algo inimaginável um humano atacar centenas de seus semelhantes por atos totalmente alheio ao ambiente que se vive. Bom, o certo seria isso, entretanto, não é, sendo assim , nossa vida é apenas uma lastima , apesar de tantas coisas boas que acontecem no nosso cotidiano  ,a grande e intragável verdade é que estamos sempre e sempre LUTANDO PARA Não chorar.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Os Vagabundos policiais militares do Estado do Espírito Santo

Algumas conclusões podemos tirar, desde já dessa crise na segurança pública no estado do Espírito Santo

1 - Os policiais militares desse estado é formada por Vagabundos, uma galera sem escrúpulos, sem caráter e sem nenhum tipo de senso de cidadania.

2 - Prova  que somos uma nação onde o termo civilização e sociedade Ainda não existe, que basta qualquer banalidade cotidiana para a barbárie prevalecer sobre o mínimo de bom senso

3 - Prova que Ainda estamos longe de termos instituição sólida e confiáveis

E por ultimo prova o quão ridículo e patético é nosso senso de justiça e igualdade.... ia esquecendo, está provado que antes mesmo de começar esse ano já deveria ter terminado, afinal, o que Ainda temos de desgraça pela frente.....??

E não me venha com essa lorota que a paralisação é justa porque a PM tem anos sem nenhum tipo de de aumento salarial, não há defesa nenhuma que justifique uma greve onde o resultado é a barbárie, não há

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

QUEM MATOU TEORI ZAVASCKI??...senhoras e senhores... VOLTEI


O The Guardian agora a pouco colocou em suspeita a morte prematura e.. surpreendente do ministro do STF e responsável pela LAVA JATO TEORI ZAVASCKI, ou seja, pelas próximas 48 horas o Brasil ficará em suspense,  afinal, quem matou TEORI? ou melhor,  o que de fato aconteceu?, terá sido uma fatalidade em um acidente qualquer,  há motivos para suspeitas?, para uma queima de arquivo??, um retardamento das investigações...,? ou tudo não passa como sempre aliais, de teoria conspiratória, o que é bem provável.

A única certeza que temos até o momento é esse; 2017 será tão sinistro e fúnebre quantos os últimos 24 meses, fato incontestável.

SENHORAS E SENHORES ... VOLTEI!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

2016 um ANO FÚNEBRE... E ATÉ 2017

Há algo de fúnebre nesse maldito 2016, já esperava, no ano passado já havia escrito vários post, que esse ano, seria nefasto, fúnebre, um ano para ser esquecido, amaldiçoado e enterrado, se não vejamos:

Um retardado mental foi eleito como presidente dos EUA, um time inteiro de futebol morreu por ganancia, por pura ganancia humana, no Brasil , saiu um presidente(a) tapada e entrou um presidente medíocre, como se isso fosse pouco tá provado que temos um STF assolado por ministros covardes e cumplices de bandidos, e... um Congresso Nacional, recheado de bandidos, uma sociedade apática, No Rio de Janeiro tivemos por poucas semanas um dos maiores espetáculo circence do planeta, aquela idiotice de Olimpíadas, nesse exato momento esse mesmo RIO DE JANEIRO não tem dinheiro sequer para honrar com os salários de seus próprios funcionários, seus governantes estão mergulhados literalmente em podridão. Na Europa milhares continuam morrendo no Mediterrâneo, etc, etc, etc, e ai?? foi ou não foi um ano fúnebre, amaldiçoado.???

Que venha 2017, acredito que não será muito diferente, mas... pelo menos em alguns aspectos temos a oportunidades de fazermos diferente, nesse aspecto algumas atitudes só depende de nós.

Esse é o ultimo post... portanto FELIZ 2017
Volto  no dia 15 de janeiro de 2017.

Abraço a todos

sábado, 26 de novembro de 2016

É INSANO LAMENTAR A MORTE DE UM MONSTRO-DITADOR

A insanidade em 200 post - parte 20

Fidel Castro morreu?? pra lamentar?? Não,  para comemorar , o sujeito era um ditadorzinho no sentido mais esclerosado do termo, Cuba era um paraíso antes dele, hoje é um país atrasado, literalmente atrasado no mínimo 30 anos do resto do planeta.

Quem lamenta a morte do vagabundo sanguinário deveria, obrigatoriamente ,  viver 2 anos na Coreia do Nortdo Norte, ou então deveria ser enforcado, afinal, quem defende,  ou mesmo quem lamenta a morte de um mostrou repugnante como Fidel Castro merece sim ter um tratamento igualitário ao seu mestre. Fato

Alegrai-vos Fidel Castro morreu, menos um monstro no planeta .


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Aleluia o bandido ex-governador do Rio Sérgio Cabral está preso

OFICIAL a polícia federal acaba de prender o ex-governador e bandido mor do Rio de Janeiro  o nobre Sérgio Cabral, já era esperado, agora vamos comemorar, afinal ainda falta o frefeitinho Eduardo Paes e o chefe da quadrilha Lulala.

Eu Luiz Alves Pereira Júnior escrevi um post anos atrás  qualificando o bandido Cabral como um legítimo mal, mau caráter, na época fui criticado, agora tá provado que além de mal caráter o sujeito era sobretudo um Bandido um legítimo bandido tupiniquim do dinheiro público.

Portanto tai , parabéns Sérgio Moro, parabéns Brasil, Sérgio Cabral está preso , menos um bandido nas ruas.

domingo, 13 de novembro de 2016

A insanidade em 200 post - parte 19

Insano 19

Da arte de viver em silêncio: "Sou mestre na hora de falar em silêncio. Toda a minha vida falei calando-me e vivi em mim mesmo tragedias inteiras sem pronunciar uma palavra "  - Fiódor Dostoiévski

Toda forma de silêncio é uma dádiva humana, exceto óbvio, quando se trata de demência.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Uma lágrima para Leonard Cohen

Triste ser que nunca ouviu, que nunca se emocionou, diria até , que nunca chorou ao som de uma música da Lenda canadense Leonard Cohen?? Morreu o ser, a música é imortal e nesse caso específico é, sobretudo universal.

Uma lágrima para Leonard Cohen, uma lágrima para Hallelujah, uma lágrima para a perfeição, para a poesia e para o sublime, pois era isso que Cohen criava, poesia e perfeição.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Oficial, temos um porco como presidente dos EUA, na Casa Branca

Confesso que não acreditei, quando li agora a pouco no site de O Antagonista, que o porco do DONALD Trump é o novo presidente dos EUA, , há duas possibilidades para essa desgraça ter se concretizado: ou Barack Obama foi de fato um presidente horrível, ou , o que já desconfiava há tempos, o norte-americano é mesmo um povo anormal, para não dizer esquizofrênico. Então é isso temos um porco como novo presidente dos EUA, vamos passar 4 anos sem , termos sequer uma única noite em PAZ, afinal , da para confiar plenamente nesse sujeito?????


Como esse DONALD Trump, esse sujeito vai se comportar numa crise nuclear???

domingo, 6 de novembro de 2016

A moral do ENEM em 2016, 2017, 2018 , 2019, 2020...

‎"Loise Katarine‎ para ENEM 2016 .

São 90 questões pra resolver e cada uma no máximo em 3 minutos. Colocam textos enormes e de linguagem super complicada. A pessoa tem que ler uma, duas, três e até quatro vezes pra entender a pergunta. A tensão é terrível, muita coisa depende dessa prova, e você lê, lê e tudo vai se embaralhando e aí vai batendo o pânico, o desespero. O ensino na rede publica não abrange a maioria das questões que cobram na prova. É injusto tratar adolescentes dessa forma, querem que façamos cálculos que nem os professores fazem em apenas 3 minutos? Se querem cobrar questões tão complexas, por que não nos dão um ensino mais complexo?"

Esse texto tá rolando nos faces da vida, segundo a lenda é de uma tal LOISE KATARINE, lendas e Facebook a parte, à questão é:  o ENEM é democrático, ?? ou é tão somente um tipo de Vestibular tão difícil e inalcançável quanto antes, ou de uma outra maneira,  o ENEM é uma prova para todos ou apenas para filhinho de papai que pode patrocinar uma excelente escolar particular e/ou um excelente cursinho???? Qual a moral , qual a lógica desse ENEM afinal???

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Pergunta do dia: Quem leva a Rede Globo a sério, e/ou quem leva a Revista Veja a sério???

No limiar do século XXI cabe um questionamento, no Brasil , quem leva a televisão aberta a sério, ou de uma outra maneira,  quem Ainda assiste isso, a juventude ainda tem alguns minutinhos de seu dia para assistir uma programação da Rede Globo ou seja lá qual emissora for, em detrimento a internet???

Quem acompanha o segundo turno das eleições aqui tem a nítida e paranóica impressão que a , outrora poderosa Rede Globo tem alguma revelancia, que a galerinha da Paulista Revista Veja tem Ainda algum tipo de pode sobrenatural sobre os cariocas.

Marcelo Crivella é o novo prefeito do Rio de Janeiro, fato,  graças obviamente a empresas como a Rede Globo e Revista Veja , afinal, quanto mais eles criticam e ridicularizam o candidato mas ele cresce nas pesquisas.

 Essas  empresas-instituições algum dia num passado não muito distante tratavam todos como legítimo alienado, tudo obviamente em nome dos bons costumes e da suprema Liberdade de Expressão.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

OFICIAL: GERALDO CARNEIRO um 'AMIGO ' eleito para Academia Brasileira de Letras


Acabei de saber que o nobre Geraldimho Carneiro é o novo membro da ABL, estou alegre , pela primeira vez posso dizer que tenho um "amigo" na ABL, um imortal.

Geraldo Carneiro  é gênio, simpático, humilde, acessível e um dos maiores especialistas da obra de William Shakespeare do Brasil, conheço Geraldimho há anos em termos de obra, pessoalmente participei anos atrás de uma mesa redonda numa biblioteca de Copacabana, na ocasião se encontrava ele, eu e mais 2 pessoas , conversamos durante mais de 1 hora. Uma tarde iluminada.

Temos um poeta , um 'amigo' , um intelectual como novo membro da Academia Brasileira de Letras, parabéns Geraldimho você merece.

Sem querer polemizar, mais a presença de Geraldimho enobrece uma Academia onde o que menos se ver é intelectual dás letras,  no sentido estrito do termo.


quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Nem Chico Buarque, nem Paulo Coelho, deu Bob Dylan em 2016

Em 1982 quando o Brasil saiu fora da Copa do Mundo de futebol, minha mãe disse: -Não fique triste meu filho, você ainda verá o Brasil ser campeão várias vezes. E, verdade, meu sonho de um dia ver  nossa seleção como campeã mundial de futebol foi realizado várias vezes. 

Confesso, meu grande sonho atualmente é ver o Brasil ganhar um Prêmio Nobel, todo ano nessa época fico ligado , quase que 24h no site do Nobel, cheguei até mesmo a cortar aquelas categorias que não teríamos mínima chance, então,  depois de ter feito alguns cálculos conclui que o Nobel de Literatura é nossa única chance, afinal  temos Chico Buarque escritor, poeta, agitador político, músico etc e tal, e... Temos Paulo Coelho o parceiro favorito de Raul Seixas, uma celebridade internacional. Todo ano fico na expectativa, será que vai da Chico Buarque, ou será Paulo Coelho??? Não é para rir.

É muito sofrimento, mais ... Pensando bem, acho que vou morrer e não vou ver um Nobel tupiniquim, afinal como almejar um prêmio Nobel se não temos a EDUCAÇÃO como prioridade máxima num país onde o analfabetismo é à regra???

2016 deu Bob Dylan, poeta, músico , escritor, filósofo, uma lenda , estou alegre , em 2016 a academia saiu da mesmice e Bob Dylan merecidamente venceu. E quanto Paulo Coelho e Chico Buarque,  em 2017 tem mais , afinal os dois são uma unanimidade, não é piada....




Alegrai-vos, Polícia Federal prende família Siqueira Campos em Tocantins

"A Polícia Federal prendeu agora de manhã o ex-governador do Tocantins Sandoval Cardoso e levou Siqueira Campos, outro ex-governador, em condução coercitiva. Estão sendo cumpridos 113 mandados em sete unidades da federação, inclusive Brasília e São Paulo. A Operação Ápia investiga fraudes em licitações públicas, num total de R$ 1,2 bilhão - em sua maioria empréstimos do BNDES e BB. A PF estima que foram desviados ao menos R$ 200 milhões. "

Origem do texto http://m.oantagonista.com/posts/pf-prende-ex-governador-do-tocantins

domingo, 2 de outubro de 2016

EM XAMBIOA, Prevaleceu o óbvio : PATRÍCIA EVELIN 2017 a 2020

Sempre fui contra reeleição, portanto nada mais justo que a eleição em Xambioá tivesse uma nova fisionomia , e ela tem nome, sobrenome e PERSONALIDADE , Patrícia Evelin , parabéns garota e boa sorte , vai precisar

Portanto tai,  em Xambioá deu o óbvio Patrícia Evelin vai administrar a cidade entre 2017 a 2020

A prefeitura de Xambioá tem novo dono Patrícia Evelin

A Sílvia fez um ótimo trabalho, mas... Passou.

Total de votos 
Patrícia Evelin: 3084
 
Silvia Machado:  2725
Richard Santiago : 1145

domingo, 25 de setembro de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 16

INSANO 16

OUTUBRO TA  CHEGANDO, NOVEMBRO TA CHEGANDO, DEZEMBRO TA CHEGANDO, ACABOU O            ANO, e agora José ?????

A insanidade em 200 post - parte 15

INSANO 15

É IMPOSSÍVEL TERMOS UM BOM DIA PELA      FRENTE, SEM ANTES TERMOS TIDO UMA EXCELENTE NOITE.

A insanidade em 200 post - parte 13

 Insano 13

QUERES ENTRAR PARA A POSTERIDADE???

por mais arrogante,  ignorante e tosco que você seja, tenha sempre em mente que não sera esse histórico  que vai entrar pra sua biografia. Um simples bom dia, um simples cumprimento rotineiro e diário  para seu vizinho, porteiro ou conhecido, é a chave para você entrar para   a posteridade. As pessoas nunca lembram o que as outras falam de você e sim o que você falou para elas. Obviamente isso só acontece se você for um pacato cidadão, se for uma celebridade nada adianta, nesse caso o que irá prevalecer é o disse não disse.

Há um outro caminho,  continue agindo como todos, seja um legítimo Hipócrita, nesse caso você será lembrado não pelo que de fato foi, e sim, pelo que você pensa que foi, entendeste??

sábado, 24 de setembro de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 17

Insano 17

Não me surpreende que o Brasil tenha eleito, por 4 eleições seguinda um candidato do PT para presidente,  não me surpreende que esses mesmos candidatos estejam sendo condenado por corrupção, estelionato, roubalheira generalizada, etc etcetera e tal, nada disso me surpreende.

O surpreendente hoje no Brasil é a quantidade de cidadãos, de intelectuais de pessoas tida como da mais alta relevância nacional, defendendo esses mesmos BANDIDOS, defender orgulhosamente os bandidos do PT é algo surpreendente, estranho, enigmático, por que não , surreal.

Como entender que alguém possa defender essa corja?  Como???

Como entender isso????

À Insanidade em 200 post - parte 14

Insano 14

O caráter do brasileiro, o nosso caráter é, comprovadamente esquizofrênico. Observem:

Somos cúmplices de todas as mazelas tupiniquim, entretanto nos comportamos como se nada nos dissessem a respeito, criticamos algo, mesmo sabendo que nós mesmos somos o alvo dessa mesma crítica.

Somos cúmplices de tudo no Brasil, inclusive de nossa própria passividade covarde, alienada e por fim esquizofrênica.

Tá tá tá , esqueci de dizer que, somos uma nação abençoada, no fim tudo dá certo. À Copa 2014 e a Rio 2016 é um clássico exemplo disso.

Para rir ou para chorar??


sábado, 17 de setembro de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 12

INSANO 12

FATO, AS PARALIMPIADAS OU PARAOLIMPÍADAS  FOI DE DIREITO E DE FATO BILHÕES DE VEZES MAIS EMOCIONANTE, CONTAGIANTE, LINDA E SURPREENDENTE QUE A PRÓPRIA OLIMPÍADAS.

 O MOTIVO???  É NA DIFICULDADE QUE ENXERGAMOS NOSSO HUMANISMO, OU DE UMA OUTRA MANEIRA. É NA DEFICIÊNCIA QUE VALORIZAMOS NOSSO CARÁTER, NOSSO SENSO DE CIDADANIA E POR FIM NOSSA própria VIDA.  Fato.

A INSANIDADE EM 200 POST -- PARTE 11

INSANO 11

QUEM HOJE TEM FILHOS NA IDADE MEDIA DE 8, 9 , 10 ,11, 12,13,14 ANOS, DEVE SABER,  PERDEMOS LITERALMENTE  NOSSOS FILHOS PARA A INTERNET,  E SMARTPHONE DA VIDA, ENTÃO, TODA VEZ  QUE MINHA FILHA FICA SEM CELULAR, POR INUMEROS MOTIVOS,   QUEBROU,  PERDEU OU   FOI ASSALTADA, EU, HUMILDEMENTE E SILENCIOSAMENTE, COMEMORO, SÓ ASSIM TENHO MINHA FILHA DE VOLTA, AINDA QUE POR POUCO TEMPO.

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 10

INSANO PARTE 10

Lembrem-se disso:  louco não é aquele sujeito  que todos chamam de louco,  também não é aquele individuo que tem comportamento  estranho,  tipico de louco, o verdadeiro doente mental, o verdadeiro louco é justamente, aqueles nobres senhores que se auto-intitula senhores da verdade, dos bons costumes,  da moral , da justiça e por fim da ética, sim,  esses são os loucos e ato continuo os doente mentais da sociedade, os verdadeiros homens-bombas, observem o quão são intolerantes;




sábado, 10 de setembro de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 9

INSANO 9

A MAIOR FELICIDADE DO MUNDO? OU DE UMA OUTRA MANEIRA, A COISA MAIS LINDA DO MUNDO????  o sorriso de um bebê, o sorriso de uma criança, nada no universo é mais lindo que isso, é tão lindo,  ingenuo e contagiante que consegue ultrapassar o proprio por do sol, como uma das coisas mais lindas e perfeita do universo.

A INSANIDADE EM 200 POST - parte 8

INSANO PARTE  8

A religião,  seja ela qual for, não nos fornece resposta, no máximo obstrui as raras respostas que temos.







segunda-feira, 5 de setembro de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST = PARTE 4.5. 6 e 7

INSANO  4

O SUICÍDIO, o ATEÍSMO, ASSIM COMO A PAIXÃO, O VICIO E A DEMÊNCIA NÃO são algo considerado politicamente correto do ponto de vista de uma  sociedade minimamente hipócrita, CERTO??? diante disso pergunto,  VALE A PENA CHORAR????

INSANO5 5


NÃO SERIAMOS HUMANOS SE NÃO FOSSEMOS INVEJOSOS

INSANO 6

O BRASIL É a única nação onde um  espetáculo circense é sinônimo de vida , de entretenimento ,  de cultura,  e de seriedade.... ou de uma outra maneira, o BRASIL é o único pais onde  qualquer  espetáculo circense tem um estranho poder de alimentar , literalmente uma nação inteira, aquela velha lenda de pão e circo é de fato a essência dessa nação

INSANO 7

A PERCEPÇÃO  EM TORNO DO TERMO  FUTURO É EQUIVALENTE A PERCEPÇÃO  QUE TEMOS DO TERMO  PRESENTE










terça-feira, 30 de agosto de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 3

INSANO 3

O ridículo de eleições no Brasil, não é a hipocrisia, a ignorância ou mesma a ladainha de sempre dos candidatos, o ridículo mesmo são os eleitores, por milhões de motivos óbvios, ululante.


domingo, 28 de agosto de 2016

INSANIDADE EM 200 POST - PARTE 2

INSANO 2

DILMA ROUSSEFF foi de direito e de fato a primeira presidente do Brasil, assim como  foi a primeira a tratar seus subalternos com extrema arrogância, ignorância e indiferença, quem defende a mesma, e ignora esse detalhe, deveria, sim, deveria conviver 24 horas com a bendita.

sábado, 27 de agosto de 2016

A INSANIDADE EM 200 POST - parte 1


INSANO 1

Os Jogos Olimpicos  RIO-2016 provou que: A  perfeição é sinônimo de utopia, ou utopia seria sinônimo de perfeição? , em ambos os casos erramos em abdicar da realidade

terça-feira, 23 de agosto de 2016

QUEM VAI VOTAR NO CANDIDATO DO SACRIPANTA EDUARDO PAES???

Acabou de sair a pesquisa sobre o monumental desempenho do prefeitinho Coca-Cola do Rio de Janeiro o nobre Eduardo Paes, pois bem, menos de 8 por cento da população carioca considera seu governo, sua administração ótima, a maioria considera regular, péssima, ou mesmo horrorosa, dai pergunto, quem vai votar no candidato desse sujeito, ou ele acha que depois desse magnifico e perfeito numero circense  do COI no Rio, ele achava que iríamos esquecer que ele de fato é uma aberração ??

Como é mesmo o nome do candidato do prefeitinho Eduardo Paes, não é aquele famoso por espancar mulheres.??????

domingo, 21 de agosto de 2016

RETROSPECTIVA Rio 2016

ABERTURA DA Rio 2016 - Nunca antes uma abertura de olimpíadas teve tanta imagem feita por um computador,   o que de fato foi mostrado, literalmente no gramado do  Maracanã foi ridículo, tosco de uma ausência de criatividade imperdoável. Resumo:  um dos momento mais deprimente nessa olimpíadas foi a abertura, LASTIMÁVEL.

TRANSPORTE: Fracasso total, aquela palhaçada do metro ter horário, foi horrível, o local das competições a Barra da Tijuca é um lugar deplorável de tão distante, com isso foi um tormento a pessoal sair de Copacabana para assistir uma modalidade no horário noturno. Coisa de louco.

PIOR MODALIDADE: o VÓLEI DE PRAIA COM HORÁRIO PARA INICIO  meia noite, isso é surreal, mais colocaram o vôlei na praia de Copacabana para iniciar de madrugada, sinistro

Ausência na Rio 2016: Às mulheres, o grande enigma dessas olimpiadas, o que foi feito das mulheres?? Quantas medalha elas ganharam afinal?? Cadê as medalhas das meninas do Brasil????

TROUXAS DA RIO 2016 - Não tem jeito em qualquer olimpíadas, seja em que pais for, os trouxa são sempre eles, os VOLUNTÁRIOS, eles levam literalmente a olimpíadas nas costas a troco de que??? qual a honra de ser voluntario numa olimpíadas afinal??? qual a gloria de ser voluntario num evento BILIONÁRIO??? Por que esses trouxas não são voluntários nos milhares de hospitais públicos brasileiros, nos asilos para idosos, nas creches, etc e tal,. TROUXAS DA RIO 201 os voluntários, sempre eles.

MEDALHAS BRASILEIRAS: A maioria das medalhas foi ganha por atletas militares, portanto toda a gloria tem que ser dada ao exercito, marinha e aeronáutica. PONTO. Sem esse detalhe  seriamos um fracasso infinitamente pior que o resultado final.

SEGURANÇA: O caso dos patetas atletas norte-americanos foi apenas isso patético, por parte de todos, deles, nossa e da imprensa, no geral foi o esperado, nas comunidades, nas extremidades da cidade, foi o de sempre mortes, tiroteios,assaltos e etc, entretanto como o que conta é o que a imprensa noticia foi tido como um sucesso, afinal nenhum terrorista tupiniquim deu as caras.

PIOR Transmissão, REDE GLOBO, de um cinismo, de  um pedantismo, de um patriotismo  repugnante, rede globo pior emissora na olimpíada, MELHOR TRANSMISSÃO, BAND, a emissora ultrapassou Rede Globo e Rede Record e fez a melhor transmissão olímpica, BAND A MELHOR TRANSMISSÃO DA  Rio 2016

HERÓIS DA OLIMPÍADA, o nadador norte americano, o corredor jamaicano,  e o nosso baiano da canoagem e ponto final

LEGADO OFICIAL Da Rio 2016 : O comportamento deprimente  dos brasileiros , teve vaia,teve vaias e vaias, ta comprovado  que somos o pais de futebol, os estádios de futebol estiveram lotados, os estádios olímpicos vazios, e o brasileiro vaiando todos.

LEGADO OFICIAL DA Rio 2016 parte II, UMA DIVIDA A SER PAGA PELOS PRÓXIMOS 10 ANOS, FATO.

RETROSPECTIVA DA OLIMPÍADA Rio 2016 TERMINOU COMO O ESPERADO, DURANTE 2 SEMANAS O BRASIL ESQUECE DO BRASIL, VIVEMOS UMA UTOPIA, VIVEMOS DURANTE UM ESPETÁCULO DE CIRCO,  NOS COMPORTAMOS COMO FÔSSEMOS CONVIDADOS DE UM CAMAROTE NO CARNAVAL. O Brasil é assim uma nação que vive de apoteose, no sentido mais pejorativo do termo, no fim tudo deu certo, ALIVIO GERAL, nenhum atleta foi metralhado, e isso é o que conta. O pais miserável fez um numero circense de primeiro mundo.
ORGULHO DA Rio 2016: Somos inquestionavelmente o país do futebol e do carnaval, esse é o Brasil de sempre, nunca seremos um país olímpico.
PONTO DEPRIMENTE , Amanha ninguém  lembra dos nomes dos medalhistas brasileiro, exceto o futebol lógico.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

RIO-2106, E... SÓ NOS RESTA TORCER


Chegamos, sim chegamos no bendito mês olímpico, e justo agosto, então, só nos resta torcer, torcer no sentido figurado e no sentido literal, platônico e obvio torcer no sentido hipócrita, afinal, é, o que nos resta, torcer no sentido positivo, porque no sentido negativo eu desisto, moro no Rio de Janeiro, amo esse esgoto, então, por mais que tenha ridicularizado, por mais que tenha , em algum momento torcido contra, a verdade é que cansei, então vou torcer não por uma Olimpíada sinônimo de paz, mais pelo menos para que a RIO 2016 seja apenas isso uma simpática OLIMPÍADA RIO-2016.

É isso,  pelas próximas semanas vou apreciar ao vivo na tela da galerinha da BAND ao vivo esses evento que promete ser inesquecível, volto no próximo dia 25 de agosto de 2016.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Por que as más notícias parecem estar se repetindo?

Atentados têm se repetido neste ano - o Nice está entre os mais chocante deles

William Park Da BBC Future

   

Parece que não se passa um dia de 2016 sem que fiquemos sabendo da morte de alguma grande personalidade, de uma nova convulsão política ou de mais um ataque a bomba ou a tiros (ou de qualquer outra forma) em algum lugar do mundo.

Mas manchetes que aparentam ser sequências de desastres na realidade têm mais a ver com a maneira como consumimos notícias e guardamos lembranças do que com meras coincidências.

"A resposta de um cético é de que uma coincidência tem grandes chances de acontecer se houver uma amostragem suficientemente grande", diz o psiquiatra Bernard Beitman, professor da Universidade da Virgínia (EUA) e autor do livro Connecting with Coincidence ("Conectando-se com as coincidências", em tradução literal).



"Se você jogar cara-ou-coroa mil vezes, há chances de você conseguir uma sequência de sete ou oito caras consecutivas. Mas se tentar tirar uma sequência de oito caras consecutivas, vai perceber que isso é incrivelmente difícil. No primeiro exemplo, você está lidando com uma amostragem ampla, então não surpreende que algo aparentemente impossível aconteça", explica ele.
Acumulação aleatória

Segundo Beitman, existe um efeito aglutinador aleatório nos eventos.

"Em um só ano podem ocorrer dezenas de acidentes aéreos, mas pode ser que quatro ou cinco deles aconteçam na mesma semana simplesmente por uma acumulação aleatória. Isso não quer dizer que aquela semana em particular foi muito mais perigosa para as viagens aéreas do que as demais", afirma.
No entanto, há um problema quando se usa a palavra "aleatório".

"A definição estatística é a de que se trata de dois eventos completamente desconectados", explica o psiquiatra. "Mas na realidade é praticamente impossível provar que dois eventos não estejam ligados um ao outro, particularmente quando estamos cientes de boa parte do que está sendo abordado nos meios de comunicação. É difícil provar que existe um universo aleatório."

  

Tomemos como exemplo duas descobertas aparentemente simultâneas: Alexander Bell e Elisha Gray registraram suas patentes para a invenção do telefone no mesmo dia, 14 de fevereiro de 1876, a partir de diferentes localidades. Ambos os esboços e protótipos testados continham semelhanças, mas também diferenças fundamentais.

Isso, no entanto, não se trata de uma enorme coincidência. A obra dos dois cientistas se baseou em pesquisas que eles e muitos outros estavam fazendo na época com o que era um campo novo e promissor, a telefonografia.

As invenções não surgiram do nada no mesmo dia - elas eram o objetivo para o qual essas pessoas estavam trabalhando. No fim, foi basicamente uma corrida entre esses cientistas para entregar um projeto antes dos demais.


Até mesmo o aparente aumento no número de mortes de celebridades anunciadas neste ano pode ser explicado da mesma maneira.

Segundo o editor de obituários da BBC, Nick Serpell, nos primeiros três meses de 2016 houve um número "fenomenal" de famosos mortos em comparação com os anos anteriores: os cantores David Bowie e Prince, as figuras da política internacional Nancy Reagan e Boutros Boutros-Ghali, o ator Alan Rickman, os escritores Harper Lee e Umberto Eco, e a arquiteta Zaha Hadid, entre outros.

Entre 1º de janeiro e 31 de março deste ano, o site da BBC em inglês publicou 24 obituários, em comparação com apenas cinco em 2012.

Serpell acredita que haja algumas razões para isso: primeiramente, um aumento populacional há 50 anos significa que hoje há mais pessoas morrendo. "As pessoas que começaram a ficar famosas nos anos 60 estão agora chegando aos seus 70 anos de idade", explica.

"Também temos mais pessoas famosas do que antigamente", diz ele, lembrando que a tecnologia trouxe mais figuras públicas para nossas telas.

O mesmo raciocínio pode explicar a mais estranha coincidência do mundo dos quadrinhos.

Em 1951, surgiram duas novas tirinhas - uma britânica, outra americana. As duas exibiam um menino com seu cão e as confusões em que os dois se metiam. E ambas se chamavam Dennis the Menace ("Dennis, o Pimentinha" no Brasil).

As chances de dois personagens com o mesmo nome e com as mesmas características serem publicadas com uma diferença de apenas cinco dias nos dois lados do Atlântico parecem altamente improváveis.
Image caption Coincidência envolve nascimento do personagem "Dennis, o Pimentinha"

Mas, como explica Beitman, essa coincidência revela muito sobre o espírito da época.

"As ideias estavam no ar. Os dois criadores provavelmente se inspiraram no que circulava no imaginário coletivo naquele momento", explica.

"O mesmo acontece com as notícias: semelhanças entre eventos aparentemente desconectados saltam aos olhos porque estamos atentos para os assuntos do dia."

Isso é reforçado por editores que percebem uma demanda do público por um certo tipo de reportagem, seja sobre mortes de celebridades ou sobre pessoas atacadas por animais. Portanto, há mais chances de que eles decidam cobrir certos acontecimentos para manter o interesse em alta.
Armazenamento da memória

Beitman aponta que outro fator importante para aparentes coincidências é nossa tendência de lembrarmos mais de casualidades impressionantes.

É muito comum que más notícias ocorram aos pares. Mas quando três más notícias surgem ao mesmo tempo - algo raro - ficamos mais marcados.

Isso reflete uma tendência na maneira como armazenamos recordações: acontecimentos fora do comum têm muito mais apelo.

Por isso, se você tem a impressão de que não param de surgir más notícias e que 2016 tem sido um ano difícil de digerir, é possível que isso tenha mais a ver com o seu próprio temperamento do que com o estado atual do planeta.

15 livros que seu filho deve ler


15 livros que seu filho adolescente deve ler (mesmo que você não queira)


Elena Horrillo


É possível que o pesadelo de alguns pais seja ver sua filha adolescente lendo o polêmico Lolita, de Nabokov. Ou talvez se pareça mais com esse instante, eterno e torturante, em que seu rebento, ainda menor de idade, pede um exemplar do transgressor Mulheres, de Bukowski.


O que vem a seguir, certamente, é um olhar martirizado para o calendário, perguntando-se em que momento esse sangue do seu sangue deixou de lado aqueles livros cheios de ilustrações, e depois uma pequena pontada de alegria, porque ele pertence a essa comunidade de jovens que se interessam pela leitura. Nesse ponto é que surge o dilema: com que idade se deve ler Kerouac?

A má notícia é que não há respostas absolutas. “A questão não é tanto a idade, e sim o grau de maturidade”, diz Marisol Salazar Ego-Aguirre, chefa do departamento de Língua e Literatura do Colégio Lourdes de Madri. É preciso levar em conta a bagagem como leitor e o desenvolvimento do jovem. Há livros que podem ser lidos aos 16 anos, mas que são muito mais apreciados quando se é um pouco mais adulto. Outros são para ler e reler.

    Seria bom que antes pais e filhos conversassem sobre temas como sexo, drogas e as complexas relações humanas, porque livros desse tipo devem ser encarados como ficção, não como exemplos a seguir em alguns casos

Convém levar em conta também a confiança que existe dentro de casa. “Seria bom que antes pais e filhos conversassem sobre temas como o sexo, drogas e as complexas relações humanas, porque livros desse tipo devem ser encarados como ficção, não como exemplos a seguir em alguns casos”, reflete Jesús Casals, diretor de conteúdo da livraria La Central de Callao, de Madri.

Consultamos pais, professores, críticos e vendedores e selecionamos 15 livros que, recomendados ou dados de presente (desde que pareça um acidente), servirão para que seus filhos deem o salto para a idade adulta, literariamente falando. E o melhor de tudo é que, se você já estiver avisado, não sofrerá uma série de microinfartos toda vez que mergulhar nas suas páginas.

1. Abaixo de Zero, de Bret Easton Ellis. Sim, Easton Ellis é também o autor do perturbador O Psicopata Americano. E, sim, é um representante da chamada Geração X. E também “descreve a sociedade norte-americana rica e sua decadência moral, mergulhada em drogas, álcool e perversões sexuais”, diz a especialista Marisol Salazar. Nada disso é tranquilizador, mas, sejamos sinceros, poucas coisas desse tipo deverão impressionar um adolescente do século XXI com acesso ao Snapchat e Instagram. É possível que lhes forneça um ponto de vista diferente sobre esses excessos.
15 livros que seu filho adolescente deve ler (mesmo que você não queira)

2. O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde. Não, não tem absolutamente nada a ver com os arquiconhecidos tons de cinza de Christian Grey – repare que a vogal é diferente. O livro do E.L. James só deveria cair nas mãos da sua prole como um magnífico exemplo do grau de controle e poder que uma relação jamais deveria admitir. E não, não nos referimos ao sexo. Se você quiser oferecer algo muito mais benéfico aos seus filhos e, nas palavras de Casals, se quiser que comecem “a compreender que não serão jovens a vida toda”, ponha este clássico de Wilde em suas mãos.

3. No País das Últimas Coisas, de Paul Auster. “A descrição de um futuro sombrio, um mundo que desaparece, nos convida a refletir sobre nossas ações e nos apresenta um futuro terrível”, comenta Mercedes Hernández, chefe do departamento de livros da FNAC Espanha. Jogando com a distopia, o premiado autor norte-americano Paul Auster nos conduz ao lugar que ilumina o pesadelo da sociedade de consumo; sem valores, sem sentimentos e numa constante busca pela morte.

4. O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger. Em suas páginas aparecem temas como o álcool, sexo e prostituição. O fato de o assassino de John Lennon, Mark Chapman, portar um exemplar do romance na hora em que matou o Beatle conferiu à obra um caráter mitológico, para bem ou para mal, fazendo com que fosse proibido em algumas escolas ou transformado em leitura obrigatória em outras. Para Casals, a história do jovem Holden Caulfield, narrada em primeira pessoa, é “todo um romance de iniciação da vida adulta”. O livro é tão radical quanto seu protagonista, que precisa decidir se cresce ou não. Um dilema e tanto.

5. Tokio Blues — Norwegian Wood, de Haruki Murakami. O aspirante ao Nobel de Literatura costura um triângulo amoroso — ou vários — enaltecendo a morte, cultura, sexo e inseguranças da adolescência. É um romance intimista, com uma forte carga emocional e, às vezes, tortuoso. Por que lê-lo? “Para entender que você não é o único jovem torturado neste mundo”, diz Jesús Casals, diretor de conteúdo da rede de livrarias espanhola La Central.
15 livros que seu filho adolescente deve ler (mesmo que você não queira)

6. Grow Up (Cresça), de Ben Brooks. “Uma maneira encrenqueira contemporânea de dar o salto.” É como Casals define este livro, publicado em 2011, por um Ben Brooks que, na época, tinha 19 anos e afirmava que a obra — a quinta de sua carreira — havia sido finalizada três anos antes. A história gira em torno de um jovem inglês, Jasper, em sua jornada niilista para a vida adulta. Repleto de um humor jovial e sem pretensões. Seu protagonista já foi denominado como um Holden Caulfield (protagonista de O Apanhador no Campo de Centeio) nos tempos do Facebook e do cyberbullying.

7. O Estrangeiro, de Albert Camus. Um sintoma comum da adolescência é se sentir fora de lugar e tentar encontrar um para se adequar. Para Meursault, o protagonista de Camus, a realidade é estranha, absurda e incompreensível. Encontra-se privado de um sentimento de pertencimento e a apatia toma conta do personagem. Devido a esse aspecto trágico e por “incorporar a ideia da pessoa que se sente alheia a tudo”, o livro é recomendado por Jorge de Cominges, escritor e crítico literário.
15 livros que seu filho adolescente deve ler (mesmo que você não queira)

8. O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald. Sabemos que há um filme e que é estrelado por ninguém menos que o — finalmente — vencedor do Oscar Leonardo DiCaprio. Mas as cerca de 200 páginas de Scott Fitzgerald retratam cuidadosamente a sociedade fictícia, oprimida e cheia de excessos que caracterizou a década de vinte nos Estados Unidos. Uma época cheia de esperança e vitalidade que não via ainda seu nefasto horizonte final, na forma do crash de 29. Para De Cominges, é uma recomendação segura por seu “tom desencantado e o tema de tornar sonhos em realidade”.

9. Histórias de Cronópios e de Famas, de Julio Cortázar. “Quando você lê Cortázar pela primeira vez, abre-se uma nova dimensão na linguagem, sua narrativa pode descobrir um universo paralelo em uma mente receptiva”, diz Mercedes Hernández, chefe do departamento de Livros da Fnac Espanha. Se depois de ler este livro seus filhos ficarem encantados, você pode ir à biblioteca e buscar outra obra-prima de Cortázar, como Rayuela.

10. O Jovem Törless, de Robert Musil. Para o escritor e crítico Jorge de Cominges, trata-se “do romance de aprendizagem por excelência”. Narra a passagem para a vida adulta, e em uma escola militar, do jovem Törless, que irá tropeçar na crueldade, na moralidade ou na sexualidade de seus colegas, como também nas suas. Foi escrito em 1906, alguns anos antes do início da Primeira Guerra Mundial, mas alguns padrões remetem ao império austro-húngaro.

11. A Metamorfose, de Franz Kafka. Ingrediente presente em de toda boa lista literária que se preze, o clássico de Kafka atrai e inquieta adolescentes há décadas, ao mesmo tempo que vem arrastando teorias sobre sua interpretação. Portanto, para Casals, é “uma boa maneira de distinguir a realidade e ficção”, bem como para Salazar é “uma história perturbadora que os adolescentes precisam conhecer”. A boa notícia é que é tão curto que, uma década depois, é possível reler o livro e se surpreender novamente.

12. Historias del Kronen, de J. A. Mañas. Este romance tem sido chamado de irmão espanhol de Abaixo de Zero. Suas páginas, muito mais explícitas do que o filme de mesmo nome, foram incluídas por Salazar por falar de temas eternos que caracterizam os adolescentes, tais como o abuso de drogas, álcool, amizade, sexo e a busca por pertencer a um grupo, às vezes, seja qual for.

13. Maus — A História de Um Sobrevivente, de Art Spiegelman. Esta crônica de gatos — nazis — e ratos — judeus —, que lembra a história de um sobrevivente do extermínio nazista, foi o primeiro romance gráfico a ganhar o Prêmio Pulitzer. Não só evoca a história do holocausto, mas também foca na difícil convivência entre gerações após o horror sofrido. Para Hernández, é, sem dúvida, “a melhor maneira de aterrissar no romance gráfico: devido à própria história e por como é contada”.
15 livros que seu filho adolescente deve ler (mesmo que você não queira)

14. Nip the Buds, Shoot the Kids (Belisquem os Botões, Matem as Crianças), de Kenzaburo Oé. Não abandonamos o tema da Segunda Guerra Mundial, apesar de agora nos aproximarmos da cultura japonesa da época. “Apesar de ser Prêmio Nobel e mundialmente conhecido, Kenzaburo Oé sempre é uma surpresa”, diz a especialista Mercedes Hernández. O escritor japonês retrata um cenário inicial semelhante ao Senhor das Moscas, com um grupo de jovens forçados à sobrevivência, mas isso não desemboca no caos, e sim na organização coletiva. E são precisamente os adultos que quebram o feitiço.

15. Heróis, de Ray Loriga. Tem todos os componentes para armar-se como um poliedro na mente de um adolescente. Rock, álcool, amigos, “meninas bonitas” e infinitas frases que antigamente eram sublinhadas ou escritas nos diários e que, agora, são compartilhadas, sobre um fundo limpo e negro, nas redes sociais dos dias atuais

ORIGEM DO TEXTOhttp://brasil.elpais.com/brasil/2016/07/22/cultura/1469185343_981539.html

segunda-feira, 25 de julho de 2016

A síndrome rara que pode matar crianças enquanto dormem


    A síndrome de Ondine cancela as reações automáticas do corpo, o que faz com que muitos pacientes não consigam respirar durante o sono

Alberto Najar Da BBC Mundo na Cidade do México


Os mexicanos Alek Pedraza e Lucía Bru passam o dia brincando e rindo, como qualquer criança. Mas à noite tudo muda: os dois sofrem de uma doença rara que pode matá-los enquanto dormem.

Na síndrome de Ondine (ou CCHS, sigla em inglês para Congenital Central Hypoventilation Syndrome, ou Síndrome da Hipoventilação Central Congênita, em tradução livre), a mutação de um gene provoca danos na parte do cérebro responsável pelas reações automáticas do corpo.

Uma das consequências mais comuns disso é que a respiração fica prejudicada - na fase de sono profundo, a pessoa pode simplesmente parar de respirar e morrer.

Por isso, Alex e Lucía precisam ser ligados a equipamentos que os ajudam a respirar, enviando oxigênio diretamente para a traqueia.

  

Há poucos estudos sobre a doença, que ainda não tem cura. Em todo o mundo, há cerca de apenas 1,2 mil pessoas que conseguiram sobreviver a ela nos primeiros meses de vida.

Em 40 anos, apenas algumas centenas de casos foram analisados, conta José Bru, pai de Lucía. "Por ser uma doença rara, o interesse de um governo ou de um laboratório farmacológico para desenvolver uma cura é pouco", critica.

No Brasil, não há registro do número de pessoas com a síndrome de Ondine, segundo o Ministério da Saúde.

Quando surgem casos, afirma a pasta, é adotada a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, que organiza desde 2014 a rede de atendimento para prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

"Atualmente, o ministério dispõe de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para 36 doenças raras. Para as doenças que ainda não contam com protocolos próprios, como a síndrome de Ondine, a assistência e o cuidado às pessoas seguem as diretrizes estabelecidas pela Política", informou a assessoria do ministério.

É comum que a doença seja confundida globalmente com a síndrome da morte súbita infantil - falecimento repentino de bebês durante o sono. Isso levaria a uma subnotificação, já que não são realizados exames genéticos para descobrir a verdadeira causa do óbito.

O nome da síndrome vem de uma lenda antiga.

Nela, uma ninfa chamada Ondine condena seu marido a morrer assim que pegar no sono como punição por tê-la traído.

Na vida real, a alteração genética causada pela doença faz com que o cérebro suspenda ações automáticas que governam os órgãos do corpo, como o ritmo cardíaco ou o funcionamento dos intestinos.

    5 perguntas sobre o escândalo de doping russo e como isso afeta a Olimpíada

Um exemplo: os pulmões de Alek não conseguem fazer a troca do dióxido de carbono pelo oxigênio, explica à BBC Mundo, serviço em espanhol da BBC, a mãe do menino, Nadia Ortiz.

"Ele entra em sono profundo imediatamente, quase depois de fechar os olhos. E então o cérebro não manda o sinal para que ele continue respirando normalmente, que faça a troca de oxigênio. É como se esse chip estivesse desligado."

"Alek respira enquanto está dormindo, mas não consegue fazer essa troca. Se não tiver ajuda de um respirador conectado à sua traqueia, pode correr riscos."

O maior perigo para o menino é que o dióxido de carbono se acumule no sangue e leve a um quadro de hipóxia - ou seja, de falta de oxigênio nos órgãos e tecidos, o que pode provocar uma parada cardiorrespiratória.

O problema de Lucía é parecido, mas seu cérebro também dá ordens para uma produção maior de insulina, problema que pode ser permanente.
Traqueostomia

As crianças tiveram de se submeter a traqueostomias ainda bebês para receber os tubos de plástico que são conectados às máquinas de respiração.


A traqueostomia também ajuda na oxigenação dos pulmões, além de auxiliar para extrair muco em casos de urgência.

O tubo inserido no pescoço é permanente e, apesar de ajudar a respiração, também traz problemas.

"É uma ferida aberta, o risco de infecções é muito alto", diz Nadia Ortíz. "Uma gripe ou uma tosse são muito perigosas para Alek. Não há intermediários entre a traqueostomia e os pulmões. Nós respiramos pelo nariz, o que nos ajuda a filtrar todos os bichos."

José Bru conta que isso demanda uma higiene muito cuidadosa.

"Minha filha, por exemplo, usa um nariz artificial, que funciona como um filtro. Mas qualquer gripe pode virar uma pneumonia."
Alto custo

A doença também exige muito dos pais, que precisam fazer uma vigília para monitorar os níveis de dióxido de carbono e o ritmo cardíaco dos filhos.

Para divulgar o problema e arrecadar recursos para pesquisa, José Bru e sua mulher criaram uma instituição no México, a Fundação Síndrome de Ondine MX.

Já Nadia Ortíz e o marido, Vladimir Pedraza, fizeram uma "vaquinha" na internet, na qual arrecadaram US$ 250 mil (cerca de R$ 814 mil).

O dinheiro será usado em uma cirurgia para implantar um marcapasso no diafragma de Alef, o que permitiria que ele dormisse e respirasse sem ajuda externa. O procedimento é realizado em um hospital de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Mas além do atual momento difícil, os pais se preocupam também com o futuro das crianças.

"Vai chegar um momento em que vai perguntar 'porque eu tenho traqueostomia e você não?'", afirma a mãe do garoto.

"Quando ela completar 15 anos, vou ter de contar que terá pausas cardíacas. Que vai precisar de um marcapasso", diz o pai de Lucía.
ORIGEMhttp://www.bbc.com/portuguese/geral-36840962

Djamila Ribeiro: “É preciso discutir por que a mulher negra é a maior vítima de estupro no Brasil”

Mestre em filosofia política, é uma das principais referências no movimento feminista negro
 Djamila Ribeiro | Pesquisadora em Filosofia Política e ativista feminista
“É preciso discutir por que a mulher negra é a maior vítima de estupro no Brasil”
Ao EL PAÍS, pesquisadora fala sobre a importância de combinar a luta contra o machismo e o racismo

Por Marina Novaes

   

O estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro provocou um intenso debate sobre a cultura do estupro, além de uma série de manifestações pelo país contra o machismo —e também contra o racismo. O motivo: a violência contra mulheres negras disparou e, embora há quem queira desqualificar o debate (chamando-o de um mimimi feminista), além desse episódio (a vítima era uma jovem negra e pobre), dados do Mapa da Violência de 2015 confirmam o problema. Para Djamila Ribeiro, 35 anos —uma das mais conhecidas ativistas do movimento feminista negro atual—, somente desconstruindo o mito de país harmônico livre de racismo é que será possível criar políticas eficazes para enfrentar a violência de gênero.

Djamila é pesquisadora e mestre em filosofia política pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), blogueira, mãe de uma menina de 11 anos, e que há dois meses é também a secretária-adjunta de Direitos Humanos da cidade de São Paulo. Em entrevista ao EL PAÍS, ela falou sobre as diferentes lutas dentro do movimento feminista e o racismo enraizado em nossa cultura.

Pergunta. O caso do estupro coletivo no Rio, em maio, provocou uma reação feminina muito forte no país. E também levantou um debate sobre a questão do racismo e da cultura do estupro. Qual a relação entre esses dois problemas?


Resposta. A cultura do estupro ficou evidente porque houve um ato brutal no Rio. Mas ficou claro como a maior parte da sociedade vê isso como um fenômeno, algo pontual. Essa discussão feita pelo movimento feminista é importante para mostrar que isso faz sim parte de uma cultura, um desdobramento do machismo. Na questão racial, a gente precisa discutir por que as mulheres negras são as que mais sofrem esse tipo de violência. Uma pesquisa da Unicef chamada Violência Sexual mostra que as mulheres negras são as mais vitimadas por essa violência. Não é um fenômeno. Faz parte de uma estrutura. Se for pegar o contexto histórico do Brasil, a gente tem um país com mais de 300 anos de escravidão, uma herança escravocrata. E que no período da escravidão as mulheres negras eram estupradas sistematicamente pelos senhores de escravo. Quando a gente fala de cultura do estupro é necessário fazer essa relação direta entre cultura do estupro e colonização. Tudo está ligado, um grupo que combina a dupla opressão: além do machismo, sofre o racismo. Claro que todas as mulheres estão vulneráveis, suscetíveis a essa violência sexual. Mas quando a gente fala da mulher negra existe esse componente a mais que é o racismo. Existe também essa questão de ultra-sensualizar a mulher negra, colocar ela como objeto sexual, como lasciva... São tão desumanizadas que até a violência contra elas de alguma forma se quer justificar. Se eu luto contra o machismo, mas ignoro o racismo, eu estou alimentando a mesma estrutura.


P. Existe uma falha no diálogo dentro do movimento feminista?

R. Dentro do feminismo, existe uma discussão que as mulheres negras tentam levantar desde os anos 70, que as mulheres brancas, de certo modo, acabaram universalizando a categoria mulher, não percebendo que existem varias possibilidades de ser mulher: a mulher negra, a mulher branca, a mulher indígena, a mulher lésbica, a mulher pobre... Mas quando a gente não pensa nessas diferenças entre nós, deixamos um grupo grande de mulheres de fora desse diálogo. O movimento feminista, durante muito tempo foi um movimento de mulheres brancas da classe média que estavam preocupadas com as opressões que atingiam somente a elas, ignorando as opressões que as outras mulheres, numa posição ainda mais vulnerável, sofriam. Não ter esse entendimento de que somos diferentes faz com que muitas vezes as mulheres que têm algum privilégio fiquem reproduzindo opressões sobre as que estão numa posição mais vulnerável. Essa é a discussão que o movimento feminista negro traz. A gente também quer ser representada. A gente não pode pensar somente naquilo que nos atinge, senão vamos perpetuar o mesmo poder que queremos combater. Então é preciso que as mulheres que têm algum privilégio se abram para o debate. Não vejam isso como uma afronta ou como briga.

P. Você escreve em um dos seus artigos sobre essas diferentes lutas dentro do movimento feminista. Que em determinado momento da história, as mulheres brancas lutavam pelo direito ao voto, ao passo que as mulheres negras lutavam para serem vistas como seres humanos pela sociedade. Trazendo para os dias de hoje, quais as principais diferenças entre as bandeiras atuais dentro do movimento?

R. Acho que o diálogo melhorou bastante de uns anos pra cá. Mas vamos pegar por exemplo a questão da violência doméstica. A pesquisa Mapa da Violência 2015 mostrou que nos últimos dez anos, período desde o qual existe a Lei Maria da Penha, diminuiu em 9,6% o assassinato de mulheres brancas no Brasil e aumentou em 54,8% o de mulheres negras. É um número absurdamente alto. Se for pegar a questão do mercado de trabalho, por exemplo, o número de empregadas domésticas: mulheres negras ainda são maioria. A questão do aborto: as mulheres negras são as que mais morrem, porque sendo o aborto um crime, as mulheres que têm uma condição financeira melhor fazem com segurança, e essas mulheres que não têm estão morrendo... É necessário ver que as mulheres negras precisam de um olhar específico para elas. É romper com esse olhar de política universal, que muitas vezes só atinge a um grupo especifico. Se há um grupo que é mais vulnerável, aquele grupo precisa de mais atenção. É uma minoria dentro da minoria.

P. O fato de não reconhecermos que as mulheres negras são mais vulneráveis vem da dificuldade de o brasileiro reconhecer que é racista? Isso vem da nossa educação?

R. É uma ótima pergunta. Porque o Brasil é um país de maioria negra, mas a gente não debate racismo de forma efetiva. E acho que é muito por conta desse mito da democracia racial que foi criado no Brasil. De acreditar que aqui não existia racismo. De que racismo é o que existia nos Estados Unidos ou na África do Sul, porque lá estava na Constituição, enquanto que aqui no Brasil não tinha isso... Mas não reconhecendo que aqui você tem o racismo institucional. Eu sempre dou o exemplo da USP [Universidade de São Paulo], que acho um clássico: se você chega lá e vê qual a cor das pessoas que estão limpando e qual a cor das pessoas que estão dando aula? Então existe uma segregação no Brasil muito marcada, mas o que nos falta é discutir de maneira mais efetiva, porque a gente foi criado num mito de harmonia das raças, de que a gente se dá bem, de que estamos num país miscigenado. Não dizendo que parte dessa miscigenação foi fruto do estupro de mulheres negras, das mulheres indígenas... Onde querem louvar muito as pontes que existem, mas não quer falar dos muros que nos separam. E isso está muito por conta dessa dificuldade de ver o Brasil como um país racista. A gente precisa trabalhar isso de forma mais efetiva na educação.



P. Qual deve ser o papel do homem para ajudar a acabar o machismo?

R. Eu acho que é sobretudo discutir masculinidade. Essa masculinidade hegemônica como foi construída está diretamente ligada à questão da violência e da agressividade. Desde muito cedo o menino foi criado para ser o macho, pra ser o provedor, o violento, o agressivo. Se a gente vive em uma sociedade onde os homens estupram as mulheres, é porque a gente está criando homens que acham que podem fazer isso. Isso deveria ser o ponto principal: como é que desconstrói essa masculinidade violenta? Discutindo entre eles eu acho que seria fundamental. Eles podem e devem ser parceiros e aliados apoiando nossas lutas, dando visibilidade... Se é professor, debatendo o tema em sala de aula. Se é empregador, pagando o mesmo salário para homens e mulheres na mesma função, criando maneiras de mulheres que são mães de trabalhar. Se é professor de universidade pública, apoiando a luta das alunas por creches nas escolas, porque creche também é permanência estudantil. Está no meio dos amigos, o amigo assediou uma mulher, fala pro amigo que aquilo é assédio, não é cantada. Está dentro de casa, divida as tarefas domésticas, a responsabilidade pela criação dos filhos. Isso é uma ajuda imensa ao movimento feminino, sem necessariamente ter que pegar um microfone e falar por nós. Então parte muito dessa ação concreta que eles podem fazer, que eles devem fazer, porque essa masculinidade hegemônica está matando a gente. É importantíssimo que os homens estejam dispostos a desconstruir isso.

P. Existem várias mulheres que têm medo de se assumir feministas, que acham que o feminismo é algo ruim. Como você vê isso?

R. Eu acho que ninguém nasce sabendo da opressão que sofre. É uma consciência que a gente vai adquirindo ao longo do tempo. Então tem um outro lado que o machismo conseguiu fazer muito bem que é criar esses mitos em torno do feminismo, que foi mais uma forma de impedir com que essas mulheres se juntem. Porque quanto mais as mulheres se unirem, melhor é para que a ideologia seja manifestada. Então criou-se os mitos de que feminista odeia homem, de que mulher feminista é uma mulher muito agressiva... como um modo de afastar as mulheres dessa ação. Quando você entende o que é feminismo, não tem razão nenhuma para você não querer ser feminista. Se ser feminista é lutar para que mulheres tenham equidade, para que mulheres sejam tratadas como seres humanos, para que a gente viva numa sociedade igualitária e justa, não tem porque você não ser.

P. O que é a chamada interseccionalidade do feminismo?

R. Os movimentos operam na mesma lógica da sociedade. Ficam excluindo e elegendo o alvo que querem trabalhar. Então o movimento negro que luta contra o racismo, por exemplo, tem um olhar muito masculino; no movimento feminista, há um olhar muito branco; já o movimento LGBT privilegia o homem gay branco... Então a interseccionalidade é pensar como criar meios de pautar nossas políticas de modo que a gente dê conta dessa diversidade. Senão vamos só continuar elegendo quais vidas são importantes e quais vidas não são. (...) Na hora de pensar políticas eu preciso ter um olhar interseccional, porque eu preciso atingir grupos mais vulneráveis. Então se eu universalizo [um grupo ou uma luta] eu não nomeio o problema. E se eu não faço isso, essas pessoas ficam na invisibilidade, os problemas delas sequer são nomeados e, se eu não nomeio o problema, eu sequer vou conseguir pensar numa solução.

P. Mudando um pouco de assunto, o que você acha do movimento Escola Sem Partido?

R. É um retrocesso. Eu acho engraçado esse argumento porque nada está isento de ideologia. A partir do momento em que eles estão usando esse argumento, estão falando a partir de uma ideologia, uma ideologia excludente. De uma ideologia que é o reforço da ordem estabelecida, para que esses temas continuem na marginalidade. Debater esses temas é justamente pra gente entender que essas pessoas existem, o quanto que é necessário a gente educar para o respeito. Eu não gosto desse termo “tolerância”. As pessoas tem que ser respeitadas. E o quanto é importante tratar esses temas nas escolas, que podem ser um espaço muito importante de transformação de mentalidade. Mas, da forma como está hoje de uma maneira geral, acaba justamente sendo um local de reprodução de violência. Tem que ensinar português e matemática, e tem que ensinar as questões de gênero, as questões raciais... porque todos esses temas são transversais e têm que ser trabalhados em todas as disciplinas. Quando a gente começa a estudar esses temas, estamos empoderando grupos, dando voz a grupos que nunca tiveram, pessoas que vão começar a reivindicar direitos. E tudo isso significa perda de privilégio dessas pessoas que estão no poder.ORIGEMhttp://brasil.elpais.com/brasil/2016/07/14/politica/1468512046_029192.html